Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 24/05/2013 - 12h00
Postado em Notícias

24/05/2013 12h00 - Postado em Notícias

Vendas de milho

Setor busca planejamento para evitar grandes saltos nos preços de hortifrutigranjeiros

Os ministérios da Agricultora e da Fazenda definiram as regras para os leilões de Contrato de Opção de Venda (COV), operações em que o governo comprará 2 milhões de toneladas do cereal das safras 2012/13 e 2013/14 a preços pré-fixados. Os leilões serão realizados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o aporte será de até R$ 580 milhões.

A medida procura garantir  preços remuneradores ao produtor rural, caso as condições de mercado não sejam favoráveis e, ao mesmo tempo, permitir a formação de estoques públicos de milho. Para os estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste (exceto MT) o preço máximo será de R$ 19,74 pela saca de 60 quilos. Nos estados do Mato Grosso e Rondônia o valor será de R$ 15,12/saca.

O vencimento do contrato será 29 de novembro de 2013, mas existe cláusula de antecipação. Nesse caso, serão deduzidos, respectivamente, R$ 0,46 e R$ 0,42/saca para cada mês de adiantamento . Os leilões serão abertos a produtores rurais, individualmente ou por meio de suas cooperativas, com registro no Sistema de Cadastro Unificado de Fornecedores (SICAF) e adimplentes junto ao Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin).

Safrona

41,24  milhões de toneladas de milho estão sendo colhidas no país na segunda safra, de acordo com levantamento da Expedição Milho Brasil.

Gazeta do Povo

imprensa@faep.com.br