Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 28/09/2012 - 12h00
Postado em Notícias

28/09/2012 12h00 - Postado em Notícias

Veja as decisões do Conselho Monetário Nacional

CMN autoriza crédito adicional para avicultura e suinocultura

O Conselho Monetário Nacional – CMN autorizou, nesta sexta-feira, a liberação de limite adicional de crédito, na modalidade de créditos de custeio, para as atividades de avicultura, suinocultura e bovinocultura de leite.

Exclusivamente para safra 2012/13, a resolução autorizou o limite adicional de crédito de até        R$ 400 mil por beneficiário para financiamento de custeio das atividades de avicultura, suinocultura e bovinocultura de leite, desde que desenvolvidas fora do sistema de integração. Já para as atividades desenvolvidas sob integração o limite adicional autorizado foi de até R$ 150 mil por beneficiário.

As medidas anunciadas nessa sexta pelo CMN não atendem as solicitações da FAEP que aguarda ainda, a publicação de resolução para prorrogação de dívidas da atividade de avicultura integrada além de outras medidas solicitadas nesta semana ao governo.

Para suinocultura a Resolução é positiva já que aumenta o limite de crédito por produtor independente além de autorizar limite adicional na safra 2012/13.

CMN define taxa do BNDES PSI e recurso do FUNCAFÉ

O Conselho Monetário Nacional – CMN publicou, nesta sexta-feira, a Resolução nº 4.141, que além de repetir a redução da taxa de juros do Programa de Sustentação do Investimento – BNDES PSI, já publicada na Resolução nº 4.131,  define a taxa de juros do programa para 2013.

Desta forma, de setembro a dezembro de 2012, a taxa de juros do BNDES PSI, para aquisição de máquinas agrícolas, passa a vigorar com a taxa de juros de 2,5% ao ano, sendo a menor taxa de juros já vigente desde o início do programa. A partir de janeiro de 2013, a taxa passará para 5,5% ao ano para produtores com renda bruta anual de até R$ 90 milhões.

O CMN aprovou também, por meio da Resolução nº 4.139, a elevação do montante de recursos para as operações de estocagem de café do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira – FUNCAFÉ atendendo as solicitações da FAEP que insistiu que o montante fosse ampliado em R$ 600 milhões totalizando então os R$ 1,5 bilhões aprovados nesta sexta-feira.

imprensa@faep.com.br