Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 05/12/2012 - 12h00
Postado em Notícias

05/12/2012 12h00 - Postado em Notícias

Turismo rural na RMC em alta para a Copa do Mundo de 2014

Os turistas que vierem para Curitiba para acompanhar os jogos da Copa do Mundo de 2014 poderão aproveitar os roteiros de turismo rural na região metropolitana. Dois circuitos foram selecionados dentro de um projeto que envolve os ministérios do Turismo, Desenvolvimento Agrário e Meio Ambiente, além do Sebrae Nacional e a Agência de Cooperação Alemã […]

Os turistas que vierem para Curitiba para acompanhar os jogos da Copa do Mundo de 2014 poderão aproveitar os roteiros de turismo rural na região metropolitana. Dois circuitos foram selecionados dentro de um projeto que envolve os ministérios do Turismo, Desenvolvimento Agrário e Meio Ambiente, além do Sebrae Nacional e a Agência de Cooperação Alemã GIZ.

O objetivo é inserir produtos da agricultura familiar em empreendimentos que vão atender os turistas durante a Copa do Mundo, como hotéis e restaurantes, e fazer com que estes roteiros rurais fiquem ainda mais estruturados para atender o visitante.

Foram selecionados no Paraná o Caminho do Vinho, de São José dos Pinhais, e o Caminhos Históricos da Serra, em Quatro Barras. "A ideia é que o turista tenha mais um atrativo para visitação e aumentar a permanência na cidade", explica Wilken Souto, coordenador geral de segmentação do Ministério do Turismo.

De acordo com ele, foram escolhidos 24 roteiros de turismo rural em 14 estados. Estes passeios já existem e possuem a agricultura familiar em pelo menos 10% de seus atrativos.

Um edital para chamada pública e levava em consideração outros parâmetros de acordo com o perfil do turista rural. "Já sabemos que o turista rural normalmente vem de um grande centro, viaja com automóvel próprio e viaja em média 150 quilômetros. É um turista regional e percorre estas pequenas distâncias", afirma Souto.

Os roteiros selecionados já passaram pela etapa de diagnóstico com técnicos do Ministério do Turismo, que fizeram um raio X sobre as atividades. Em seguida, o projeto promoveu workshops com os resultados deste diagnóstico, que levantou os pontos fortes e fracos de cada roteiro.

"Foi criado um plano de ação para os roteiros e agora vamos para a etapa na qual os consultores vão trabalhar nas melhorias", conta Souto. Dentro do trabalho haverá a identificação do mercado, posicionamento, como trabalhar com o turista rural e como promover o roteiro. "E também a qualificação dos serviços para o turista que já frequentava estes roteiros", ressalta.

Parana Online

imprensa@faep.com.br