Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 29/06/2015 - 10h53
Postado em Feijão, Milho, Soja, Trigo

29/06/2015 10h53 - Postado em Feijão, Milho, Soja, Trigo

Tempo ajuda, e safra paranaense de grãos pode crescer 6% neste ano

Estimativa é do Departamento de Economia Rural (Deral) do Estado. Devem ser colhidas 38 milhões de toneladas de grãos

O Departamento de Economia Rural (Deral) do Paraná estima que a safra de grãos 2014/2015 deve crescer 6% em relação a anterior – o que significa que o estado deve colher 38,05 milhões de toneladas.

Os dados são referentes ao mês de junho e forma divulgados na sexta-feira (26).

O bom desempenho deve-se, principalmente, ao tempo que contribuiu para a evolução das lavouras de milho e trigo.

Já para a safra de cereais, como aveia, cevada e centeio, a estimativa é de sejam colhidas 4,5 milhões de toneladas neste ano, representando 4% a mais do que na última safra.

Milho
De acordo com o levantamento realizado pelo Deral, os produtores de milho do Paraná devem colher 10,78 milhões de toneladas. Os técnicos avaliam que eles não correm o risco de registrarem perdas com geadas.

Atualmente cerca de 9% da área plantada está colhida e o rendimento obtido até agora é de 6.500 quilos por hectare.

Feijão
A colheita de feijão deve superar a casa dos 390 mil toneladas, já que até a divulgação dos dados 99% da produção já havia sido colhida. Este montante é 2% menor do que o registrado no ano anterior, entretanto, segundo o Deral, é a menor perda dos últimos anos.

Além do tempo, os produtores também encontraram um mercado favorável. Os bons preços facilitaram a venda de 77% da produção. O feijão de cor foi vendido, em média no mês passado, por R$ 106,82 a saca. E o feijão preto, por R$ 92,42 a saca.

Soja
A colheita de soja se encerrou no estado em 15 de junho. A produção foi de 279 mil toneladas, em uma área cultivada de 132,4 mil hectares.

Diferentemente do que ocorreu em anos anteriores, a quantidade de chuva foi apropriada para a produção da soja. A produção, por consequência, cresceu 42%, e a área de plantio foi 21% maior.

Trigo
Como a geada mais forte do ano, ocorrida em 16 de junho, pouco influenciou nas lavouras de trigo, o grão foi plantado mais cedo.

A previsão de produtividade é de 4 milhões de toneladas, podendo repetir o bom desempenho da lavoura no ano passado. A única preocupação é com o clima no período da colheita, quando a corrente El Niño poderá provocar chuvas em excesso, que geralmente prejudicam a qualidade do grão.

Título da Postagem: Tempo ajuda, e safra paranaense de grãos pode crescer 6% neste ano

imprensa@faep.com.br