Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 15/08/2017 - 14h08
Postado em Destaques, Exportações, Soja

15/08/2017 14h08 - Postado em Destaques, Exportações, Soja

Soja tem baixa em Chicago nesta terça-feira

Clima nos EUA e relatório USDA intensificam movimento negativo no mercado internacional; Paranaguá testa R$ 70 no disponível

Na tarde desta terça-feira (15), os preços da soja seguem recuando na Bolsa de Chicago e, por volta de 12h40 (horário de Brasília), as cotações perdiam mais de 10 pontos nos vencimentos mais distantes. O novembro/17 deixava para trás o patamar dos US$ 9,30 para ser negociado a US$ 9,28 por bushel.

No Brasil, a referência para os portos é de R$ 70,00 por saca na soja disponível e, como relata o consultor de mercado Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting, o mercado está parado. “Não há vendedores”, diz. O indicador perdeu cerca de R$ 0,50/saca com essa queda do dólar hoje e a melhora observada entre os prêmios ainda não atrai o sojicultor para novos negócios.

A moeda americana, por volta de 13h10, valia R$ 3,19 e recuava 0,24%.

O foco do mercado internacional se volta ao clima no Meio-Oeste dos Estados Unidos, que é favorável ao desenvolvimento da soja nos próximos dias e, dessa forma, seguem pressionadas as cotações na CBOT, segundo explicam analistas e consultores.

“A falta de uma nova ameaça climática tira a força de uma recuperação do mercado após a divulgação dos últimos números do USDA que levaram o mercado á uma forte queda”, explica Bryce Knorr, analista sênior de mercado do portal internacional Farm Futures. “Ainda assim, os produtores seguem nos enviando relatos do campo questionando os dados do deparatmento”, completa.

As semanas seguintes são determinantes para a conclusão da safra americana e o cenário, até este momento, de acordo com informações do NOAA – o serViço oficial de clima do governo americano.
O mercado internacional reage com tranquilidade aos últimos números do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) de condições das lavouras, já que o índice da safra em boas ou excelentes condições no país recuou 1% para 59% e ficou dentro das expectativas.

Na outra ponta do mercado, chegaram nesta terça novas notícias de demanda, as quais trouxeram, ao menos, um limite para as baixas observadas neste início de semana. O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) anunciou novas vendas de 264 mil toneladas de soja da safra nova, sendo 132 mil toneladas para a China e as outras 132 mil para destinos não revelados.

“Com uma nova delegação chinesa prevista para chegar nos Estados Unidos na próxima semana, adicionando ao que já foi comprado em julho por outra, os traders aguardam por novos anúncios de vendas extras no decorrer das semanas”, informa a Labhoro Corretora.

Fonte: Notícias Agrícolas

Título da Postagem: Soja tem baixa em Chicago nesta terça-feira

imprensa@faep.com.br