Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 21/07/2014 - 10h43
Postado em Sem categoria

21/07/2014 10h43 - Postado em Sem categoria

Semana cheia, com Feira de Sabores e Congresso do Feijão

A agricultura familiar realiza Feira de Sabores em Curitiba. O setor do feijão tem congresso nacional em Londrina. E agosto não será diferente. Começa com o Agroleite, em Castro, e terá também evento sobre pragas florestais em Colombo

A próxima semana tem agenda carregada para o agronegócio do Paraná. A agricultura familiar realiza Feira de Sabores em Curitiba. O setor do feijão tem congresso nacional em Londrina. E agosto não será diferente. Começa com o Agroleite, em Castro, e terá também evento sobre pragas florestais em Colombo. Saiba mais sobre cada evento.

Feira de Sabores

A Feira Sabores do Paraná 2014 será de 23 a 27 (quarta a domingo), no pavilhão de exposições da Expo Renault Barigui, no Parque Barigui, em Curitiba. Promoção da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), reflete o estímulo à produção de alimentos na agricultura familiar, concentrado no Instituto Emater e no Programa Fábrica do Agricultor.

A feira terá 160 expositores de diferentes corredores de produção do Paraná, reunindo alimentos típicos de cada região. São 1.200 itens, incluindo flores e peças de artesanato. Esse é o 15.º ano da feira. A expectativa é faturamento de mais de R$ 1 milhão.

Programa Fábrica do Agricultor reúne 1.300 unidades industriais, individuais ou coletivas, envolvendo 6.500 famílias. Essa rede oferece emprego a 26 mil pessoas, 3 mil empregos abertos nos últimos quatro anos. Mais detalhes sobre o evento como o valor da entrada devem ser divulgados pela Seab no site www.agricultura.pr.gov.br.

 

Congresso Nacional do Feijão

O 11.º Congresso Nacional de Pesquisa de Feijão (Conafe) será de 22 a 24 deste mês, no Centro de Eventos e Exposições de Londrina (PR). Vai discutir sistemas de produção, doenças e pragas, custos, preço mínimo, mecanização, armazenagem e novas tecnologias. A questão da sustentabilidade deve permear os debates. Estão sendo esperados 600 participantes.

Um dos temas será a queda nos preços e a necessidade de medias para um mercado mais equilibrado. Em relação às pragas, ao contrário do que muitos produtores pensam, a lagarta Helicoverpa armígera, que atacou lavouras de soja nos últimos dois anos, também representa ameaça para o feijão.

A questão da sustentabilidade terá abordagem internacional, dia 22, às 9h30, com Wilson Hugo, um dos diretores do Órgão das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO). Ele é diretor de Produção e Proteção de Plantas e de Políticas de Sustentabilidade para a África e discorrerá sobre o tema a sustentabilidade dos sistemas agrícolas. Vai traçar um panorama sobre como a questão é tratada em diferentes países, a partir de dados regionais. A programação completa está no site http://www.conafe2014.com.br/.

Agroleite

O mais importante evento da pecuária leiteira do Paraná se aproxima. A cooperativa Castrolanda realiza o Agroleite de 4 a 8 de agosto, em Castro (a 150 quilômetros de Curitiba, nos Campos Gerais). Além de uma exposição pecuária, a feira é uma vitrine tecnológica e deve reunir 80 mil produtores e agentes do setor, estimam os organizadores.

A feira tem o objetivo de reforçar a tecnologia, a produção, o conhecimento e o próprio negócio envolvendo o leite bovino. A estrutura da feira vem recebendo investimentos que somam R$ 12 milhões (perto de R$ 2 milhões por ano). Na edição de 2013 foram movimentados R$ 50 milhões. A programação de cada dia da feira está em ww.agroleitecastrolanda.com.br.

Pragas florestais

Nos dias 5 e 6 de agosto, a Embrapa Florestas realiza em sua sede, em Colombo (PR), workshop sobre pragas florestais. O objetivo do encontro é discutir os programas de pesquisa e manejo de pragas em andamento, as ações pensadas para as diferentes pragas florestais do Sul do Brasil e as alternativas de extensão do uso de inseticidas.

O evento mostra resultados de pesquisas e ações que são desenvolvidas no campo, no controle e manejo de pragas de pínus e eucalipto. “Todas as pragas têm importância econômica, justamente pelos prejuízos”, aponta Carlos Mendes, diretor executivo da Associação Paranaense de Empresas da Base Florestal (Apre). Ele considera que a difusão das experiências de institutos de pesquisa, universidades e Embrapa ganha importância nesse contexto.

No primeiro dia, os palestrantes vão falar sobre o Programa Nacional de Controle à Vespa-da-madeira, as ações de monitoramento no Paraná e no Rio Grande do Sul, além do caso de reinfestação da vespa-da-madeira na região do Green Triangle, na Austrália, e os riscos para o Brasil. Dia 6, os principais temas serão: programa de pesquisa de manejo do macaco-prego; atualização sobre o besouro serrador da acácia negra no Rio Grande do Sul; o controle de Bradisya em toras de pínus armazenadas em pátios de indústrias florestais; vespa da galha em eucalipto; percevejo bronzeado em eucalipto; programa de pesquisa em controle de formigas cortadeiras; atualização sobre o gorgulho do pínus; e registro emergencial e extensão de uso de inseticidas. Inscrições e detalhes estão disponíveis em www.apreflorestas.com.br.

Fonte: Gazeta do Povo – 21/07/2014

Título da Postagem: Semana cheia, com Feira de Sabores e Congresso do Feijão

imprensa@faep.com.br