Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 25/05/2012 - 12h00
Postado em Notícias

25/05/2012 12h00 - Postado em Notícias

Reclassificação do trigo deve sair em julho

Atendendo a uma demanda antiga da indústria moageira, o Ministério da Agricultura vai publicar em julho a portaria oficializando a nova classificação do trigo em vigor no país. A medida já tinha sido anunciada no começo de maio pelo ministro da pasta, Mendes Ribeiro Filho, durante a divulgação do plano agrícola para a cultura. É […]

Atendendo a uma demanda antiga da indústria moageira, o Ministério da Agricultura vai publicar em julho a portaria oficializando a nova classificação do trigo em vigor no país. A medida já tinha sido anunciada no começo de maio pelo ministro da pasta, Mendes Ribeiro Filho, durante a divulgação do plano agrícola para a cultura.

É com base nessa nova classificação – considerada mais rígida pelos triticultores – que o governo vai enquadrar o cereal nas políticas de ajuda à comercialização. Nos parâmetros antigos, por exemplo, era considerado trigo "pão" aquele com a característica de "força de glúten" (essencial na farinha usada no pão francês) de 180. Na classificação nova, esse patamar sobe para 220.

Segundo estimativas da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), a partir da classificação antiga, entre 85% e 90% do trigo do Estado eram considerados do tipo "pão". "Esse percentual cai para 60% com os novos parâmetros.

O Brasil é um dos maiores importadores de trigo do mundo, sendo que grande parte do volume vem da Argentina. Uma boa parcela do tipo plantado no Brasil é o branco, que possui uma maior produtividade por hectare, mas só é usado para bolachas e biscoitos.

A indústria está satisfeita com as medidas, mas faz ressalvas. "Estamos melhor do que estávamos antes, mas aquém do que poderíamos chegar", disse o vice-presidente do Sindicato da Indústria do Trigo de São Paulo e diretor da Associação Brasileira da Indústria do Trigo, Christian Mattar Saigh.

Fonte: Valor Econômico – 25/05/2012

imprensa@faep.com.br