Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 14/12/2012 - 12h00
Postado em Notícias

14/12/2012 12h00 - Postado em Notícias

Reciclar conhecimentos faz crescer

Em meio a orquídeas, kalanchoes e uma infinidade de outras flores e plantas, instrutores do SENAR de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Bahia, Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo, Minas Gerais, Ceará e Rio de Janeiro aprendem as diferentes formas de cultivo, tipo de solos, substratos, colheita e pós-colheita durante a […]

Em meio a orquídeas, kalanchoes e uma infinidade de outras flores e plantas, instrutores do SENAR de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Bahia, Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo, Minas Gerais, Ceará e Rio de Janeiro aprendem as diferentes formas de cultivo, tipo de solos, substratos, colheita e pós-colheita durante a capacitação tecnológica em Flores e Plantas Ornamentais esta semana em Holambra, São Paulo. Alguns profissionais contam como está sendo o curso e destacam a importância de estar sempre se reciclando.

"Além de acompanhar a evolução da tecnologia, considero importante conhecer as iniciativas dos produtores de plantas floridas em vasos, corte e plantas ornamentais. O conhecimento adquirido aqui vai facilitar o meu trabalho como instrutor em Minas", acredita o cientista agrário e instrutor do SENAR MINAS, José João Ribeiro.

O engenheiro florestal Renato de Moura Corrêa também destaca a necessidade de acompanhar as tecnologias atuais. "As inovações são importantes para que o profissional se qualifique e repasse esses conhecimentos aos produtores rurais e empreendedores de sua região. Sem a reciclagem, o profissional para no tempo e isso não é mais aceito pelos nossos clientes e o mercado competitivo."

Ele  é instrutor do SENAR Paraná e acredita que a capacitação trará frutos para o estado. "No Paraná precisamos de conhecimentos mais aprofundados e os temas abordados estão vindo de encontro as nossas expectativas, abordando desde conhecimentos básicos mais importantes até temas pontuais de cada cultura. Fico muito satisfeito por estar tendo essa oportunidade de me reciclar e repassar todo esse aprendizado aos produtores de flores em nosso estado."

Instrutora do SENAR Pará, a engenheira agrônoma Eliana Gomes da Silva também está satisfeita com o curso.  "Os professores são excelentes e achei muito legal os produtores da região abrirem as portas para nossas aulas práticas. O SENAR com seu potencial e bagagem de informações está de parabéns por nos proporcionar esse curso de grande importância para o trabalho que desenvolvemos", elogia Eliana.

Esse é o primeiro dos três módulos da capacitação. As aulas ministradas pelo Instituto Brasileiro de Floricultura (Ibraflor) terminam nesta sexta-feira (14).

Assessoria de Comunicação do SENAR

imprensa@faep.com.br