Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 20/05/2016 - 13h09
Postado em Agrinho, Destaques

20/05/2016 13h09 - Postado em Agrinho, Destaques

Programa Agrinho realiza seminários para professores do PR

Outros seminários estão programados para ocorrer em outras cidades. A iniciativa é reconhecida internacionalmente e seu sucesso levou-a a ser replicada em diversos Estados brasileiros.

“A mudança de paradigma na educação não se dá por decreto”. A frase da doutora em educação Marilda Aparecida Behrens teve como destino os professores da rede pública estadual de ensino que participaram, no último dia 13 de maio, em Curitiba, de uma capacitação para utilização da metodologia do Programa Agrinho, do SENAR-PR.

Na ocasião, a professora apresentou aos participantes a palestra “Metodologia de projetos como procedimento para aprender e ensinar gerando produção do conhecimento numa visão complexa”. Segundo Marilda, hoje o modelo cartesiano de educação que norteia as práticas pedagógicas da maioria das escolas e universidades se baseia em quatro ações: escute, leia, decore repita. Esse paradigma tradicional de educação, segundo ela, é bom para formar “alunos papagaios”, que repetem aquilo que aprendem, mas que não interiorizam este conhecimento.

Segundo ela, para mudar esse paradigma é necessário levar essa discussão para a classe docente, para que a ideia amadureça. Por isso a importância do contato com os professores que participam do Programa Agrinho. “Se o professor não entende a concepção que está caracterizando aquela prática, ele não muda. A mudança não se dá por decreto”, atesta.

A proposta da educadora é que os presentes busquem uma visão interdisciplinar, fugindo do modelo tradicional em voga, que divide o conhecimento de forma artificial, em ciências humanas, ci- ências jurídicas, exatas, etc. “Hoje nós ensinamos o fragmento do fragmento do conhecimento para o aluno. Trabalhamos um conte- údo tão isolado, tão fragmentado, que não tem sentido para aquele aluno”, comenta. Segundo ela, é necessário hoje interligar estas diferentes áreas do conhecimento e adotar um novo paradigma de educação, que reconecte a visão racional com a visão emocional.

Para lera  reportagem na íntegra, acesse o Boletim Informativo 1345 da FAEP 

Título da Postagem: Programa Agrinho realiza seminários para professores do PR

imprensa@faep.com.br