Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 19/11/2021 - 16h18
Postado em Agrinho, Destaques, Notícias

19/11/2021 16h18 - Postado em Agrinho, Destaques, Notícias

Programa Agrinho 2021 premia 170 participantes

Evento online marcou encerramento da edição 2021 do programa voltado à educação do Sistema FAEP/SENAR-PR

As máscaras nos rostos davam o tom de que, mais uma vez, a celebração seria diferente. Em razão das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, pelo segundo ano consecutivo, a cerimônia de encerramento do Programa Agrinho – maior iniciativa de responsabilidade social do Sistema FAEP/SENAR-PR – ocorreu de forma online, no dia 18 de novembro. A preocupação com a saúde, aliás, permeou toda esta 26ª edição do programa, que se desenvolveu sob o tema: “Do campo à cidade: saúde é prioridade”. A festa, no entanto, fez jus à magnitude do programa, que teve 4,8 mil trabalhos inscritos e premiou 170 participantes.

Mesmo sendo realizado de forma remota (a solenidade foi realizada em um estúdio em Curitiba, transmitida ao vivo pelas redes sociais do Sistema FAEP/SENAR-PR), o encerramento reuniu um rol respeitável de autoridades, o que evidencia a importância do Agrinho. Entre os presentes, estiveram o vice-governador do Paraná e presidente da Fecomércio-PR, Darci Piana; os secretários estaduais Renato Feder (Educação e Esporte), Norberto Ortigara (Agricultura e Abastecimento) e Marcio Nunes (Desenvolvimento Sustentável e Turismo), e o deputado federal Pedro Lupion, que integra a Frente Parlamentar da Agropecuária; além de representantes da Rumo Logística e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), parceiros do programa.

O presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette, mencionou o desafio de, pela segunda vez, adaptar o Agrinho para o formato remoto, já que em boa parte do ano alunos e professores estavam impedidos de frequentar as escolas. Por outro lado, Meneguette realçou os esforços conjuntos para levar o programa a alunos das Apaes e das redes pública e privada, de forma remota. Ele também mencionou o foco na saúde, “uma preocupação evidente para nós, nesses tempos sombrios em que vivemos”.

“O Programa Agrinho é isso: uma ferramenta para uso de professores, de forma transversal, para levar a seus alunos conhecimentos sobre saúde, meio ambiente, cidadania, a fim de formar cidadãos conscientes de seus compromissos com a sociedade. O Agrinho tem sido um sucesso em função da compreensão e do esforço de professores, diretores e secretários de educação dos municípios e também de nossos parceiros”, disse Meneguette.

Reconhecimento

Representando o governo do Paraná, o presidente da Fecomércio-PR e vice-governador do Estado, Darci Piana, abordou a longevidade do Agrinho, que há 26 anos vem aju- dando a transformar alunos em cidadãos, abordando conceitos como defesa do meio ambiente, sustentabilidade e saúde. Na avaliação do vice-governador, o programa vem contribuindo para que o Paraná seja reconhecido internacionalmente por produzir de forma sustentável.

“Gostaria de celebrar o mérito do que é feito pelo Agrinho. Não à toa, somos considerados, ao lado do Japão, os territórios mais promissores, que cuidam do seu meio ambiente”, afirmou. “Queria parabenizar o SENAR-PR e a FAEP por esse programa extraordinário que tem dado exemplo ao mundo inteiro. Ao presidente Ágide, queria te parabenizar pela responsabilidade social que o senhor tem e pelo trabalho extraordinário que presta a nossa agricultura e a nossa pecuária”, completou o vice-governador do Estado do Paraná.

O secretário de Educação, Renato Feder, celebrou mais um ano de parceria do governo do Paraná com o Programa Agrinho. Entre seus destaques, ele mencionou a inclusão dos ensinos Fundamental II e Médio da rede estadual, por meio do sistema Redação Paraná – uma plataforma de inteligência artificial do governo, que auxilia os alunos, corrigindo previamente a gramática textual, ficando para os professores, posteriormente, avaliarem os aspectos discursivos e subjetivos da composição. Feder também realçou a qualidade dos projetos inscritos no Agrinho e a adesão de docentes e estudantes.

Feder e Meneguette entregaram prêmios aos vencedores

“Tivemos milhares e milhares de alunos trabalhando no tema da saúde. É algo lindo e emocionante de se ver. Os projetos estão maravilhosos. É um privilégio ser secretário de um Estado que tem professores com essa qualidade e com esse comprometimento”, disse Feder. “Estamos, também, muito empolgados com o Agrinho do ano que vem, que será o melhor Agrinho da história”, acrescentou.

O secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Marcio Nunes, fez questão de destacar o trabalho dos milhares dos professores paranaenses, que driblaram os desafios da pandemia para repassar conhecimento aos alunos. “Todas as profissões são importantes, mas o professor é fundamental. E sabemos que os nossos professores são dedicados e exemplos de educadores”, enfatizou.

Inclusão

Uma das novidades trazidas pelo programa neste ano foi a participação das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes). Para isso, a equipe pedagógica do Sistema FAEP/ SENAR-PR revisou e adaptou todo o material do Agrinho, promovendo a inclusão dos alunos com necessidades especiais no programa. No evento, o presidente da Federação das Apaes do Paraná, Alexandre Augusto Botareli, mencionou a importância da inciativa para o público-alvo da entidade e realçou a responsabilidade social do Sistema FAEP/SENAR-PR ao levar o Agrinho às Apaes do Estado.

“O SENAR-PR procurou a federação para compreender a necessidade dos nossos atendidos. Todo o material foi adaptado e, quando falamos em adaptação, estamos falando de um material novo, que pudesse desenvolver as potencialidades dos nossos alunos. Nós nos sentimos valorizados. Obrigado ao SENAR-PR, por esse programa tão humanizado”, disse.

Premiação

O presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, ao longo do evento – e os parceiros do programa – fizeram a entrega dos prêmios a três estudantes e a cinco professores. A ação serviu para simbolizar a premiação a todos os vencedores da edição especial do concurso de 2021. Os premiados receberam notebook, computador, tablet, smartphone, projetor multimídia ou fone com microfone – de acordo com a categoria e colocação de cada um.

Confira a lista de premiados aqui.

Título da Postagem: Programa Agrinho 2021 premia 170 participantes

imprensa@faep.com.br