Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 05/03/2013 - 12h00
Postado em Notícias

05/03/2013 12h00 - Postado em Notícias

Produtores rurais contrataram R$ 112 bi em 2012

Em 2012, os produtores rurais financiaram o maior volume de crédito da história: R$ 112 bilhões, alta de 19% sobre o ano anterior (R$ 94,1 bilhões). Os maiores acréscimos percentuais sobre 2011 entre as modalidades de empréstimo foram as relativa a investimento, que passaram de R$ 24,2 bilhões para R$ 32 bilhões. Os dados são […]

Em 2012, os produtores rurais financiaram o maior volume de crédito da história: R$ 112 bilhões, alta de 19% sobre o ano anterior (R$ 94,1 bilhões). Os maiores acréscimos percentuais sobre 2011 entre as modalidades de empréstimo foram as relativa a investimento, que passaram de R$ 24,2 bilhões para R$ 32 bilhões. Os dados são do Banco Central do Brasil (BC).

"O produtor tem investido cada vez mais no campo e os resultados crescentes dos empréstimos para esse tipo de modalidade de crédito mostram isso. Com mais recursos em melhorias no processo produtivo, o consumidor pode ter certeza de que além do aumento da oferta de alimentos, a qualidade do produto brasileiro – que já é uma referência positiva mundialmente – também é garantida", afirmou o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller.

Além do aumento dos financiamentos de investimento, de cerca de 32%, houve elevações também das contratações de custeio de 27%, passando de R$ 49,8 bilhões em 2011 para R$ 63,3 bilhões no ano passado. Já os recursos para comercialização contratados pelos produtores reduziram 2,3%, de R$ 17,1 bilhões para R$ 16,7 bilhões. "Em virtude dos preços dos produtos agrícolas terem sido bons no ano passado e da antecipação da comercialização pelos produtores, houve menor demanda por empréstimos dessa natureza", explicou Geller.

Entre as regiões do País, os produtores do Sul foram os que mais contrataram no total (R$ 41,2 bilhões, alta de 16% sobre 2011), seguidos pelos do Sudeste (R$ 32,9 bilhões), e do Centro-Oeste (R$ 24 bilhões). Os estados com os maiores volumes de financiamento foram o Paraná (R$ 17,2 bilhões), Rio Grande do Sul (R$ 16,2 bilhões), Minas Gerais (R$ 15,8 bilhões) e São Paulo

imprensa@faep.com.br