Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 05/02/2014 - 15h31
Postado em Sem categoria

05/02/2014 15h31 - Postado em Sem categoria

Show Rural – Produtoras de flores buscam alternativas ecológicas

A produtora Ana Cláudia Fradi, de Araruna (20 quilômetros de Campo Mourão), buscava uma opção para substituir a cultura do bicho-da-seda, que começava a ficar inviável, quando leu uma reportagem no Boletim Informativo da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) sobre o cultivo de flores. O ano era 2010 e as técnicas desta […]

A produtora Ana Cláudia Fradi, de Araruna (20 quilômetros de Campo Mourão), buscava uma opção para substituir a cultura do bicho-da-seda, que começava a ficar inviável, quando leu uma reportagem no Boletim Informativo da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) sobre o cultivo de flores. O ano era 2010 e as técnicas desta cultura ainda eram pouco difundidas no Paraná, que trazia de São Paulo a imensa maioria das flores comercializadas no Estado. “Vi que ali estava uma oportunidade e decidi investir”, recorda.

 Com a ajuda do marido, também produtor rural, ela iniciou a produção de rosas. Após um ano de tentativas e acertos, sua produção começou a engrenar e logo se juntaram a ela a sobrinha Catiane de Oliveira, então mobilizadora do SENAR no município, e a irmã Zenaide Fradi de Oliveira. Com o trabalho conjunto, expandiram a produção para quatro roseirais, que hoje somam 15 mil roseiras. “Cada um cuida do seu, mas todo mundo se ajuda”, diz Catiane.

 Este ano as três compareceram ao Show Rural Coopavel, em Cascavel, em busca de novidades para melhorar a produção “Nosso foco nesse ano é procurar produtos naturais”, afirma Catiane. Segundo ela, o objetivo é produzir flores com menor quantidade de defensivos e produtos menos tóxicos. Na feira, Catiane  e as tias se encantaram com um estande de agroecologia e também com o roseiral que foi instalado no parque de exposições. “Nunca teve rosas antes no show rural”, diz.

 Para aperfeiçoar as técnicas de manejo das flores tias e sobrinha fizeram três treinamentos do SENAR-PR, dois na área de flores e um na área de aplicação de defensivos.  Outra valiosa fonte de conhecimento, foi a experiência de outros produtores que já atuavam no ramo de flores há mais tempo. “Fomos atrás de um produtor de Cianorte que abriu sua propriedade para nos mostrar como era a produção”, conta Ana Cláudia. Para somar mais informações, também participaram de feiras como a Expoflora e a Hortitec, ambas em Holambra, em São Paulo.

 A parceria entre as três empreendedoras ocorre num clima de harmonia e cumplicidade “Ajuda muito estar em família, se tiver que sorrir ou chorar, vamos todas juntas”, diz Catiane. Além das rosas, também existe uma pequena produção de áster e tango, além de algumas orquídeas. Para o futuro, elas esperam estabilizar inicialmente a produção de rosas, para então pensar em outras espécies, como crisântemos gérberas e outras flores.

Zenaide, Catiane e Ana Claudia6

 

Título da Postagem: Show Rural – Produtoras de flores buscam alternativas ecológicas

imprensa@faep.com.br