Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 19/09/2014 - 11h15
Postado em Sem categoria

19/09/2014 11h15 - Postado em Sem categoria

A produção dos gringos vista de perto

No Centro-Sul de Illinois, o milho já está no “ponto” de colheita e o bom desenvolvimento das lavouras impressionou os produtores

A safra dos Estados Unidos poderá alcançar o recorde de 363 milhões de toneladas de milho, segundo analistas de mercado. O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), porém, estimou a safra em 356,43 milhões do cereal no último relatório divulgado na primeira semana de setembro. As perspectivas de safra cheia são decorrentes das condições climáticas, que permitem o bom desenvolvimento das lavouras nesta safra. 

Nesse cenário, onde a maioria das lavouras já está praticamente pronta para ser colhida, desembarcou em Chicago (EUA), no último dia 14 de setembro, o quarto e último grupo da viagem técnica promovida pelo Sistema FAEP aos EUA e Canadá. O grupo é formado por 34 produtores rurais, técnicos da FAEP/SENAR-PR, da Secretaria da Agricultura e Abastecimento (Seab) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). No roteiro americano já percorreu o Meio-Oeste daquele país, passando pelos estados de Illinois, Iowa, Missouri e Indiana e encerrará as visitas técnicas no Canadá, em Toronto.

Assim como os demais grupos, passou por propriedades rurais, centros de pesquisa e universidades. Entre o trajeto do aeroporto de Chicago até Sycamore, sede do Condado de Dekalb, em Illinois, os produtores só tinham olhos para as lavouras de milho e soja nas planícies. Na região Norte desse estado, os americanos ainda não começaram a colheita porque o plantio atrasou devido ao excesso de chuva no início da primavera e temperaturas abaixo do normal.

Entretanto, em outras localidades do Estado, como no Centro-Sul, o milho já está no “ponto” de colheita e o bom desenvolvimento das lavouras impressionou os produtores. “Existem lavouras com potencial para mais 15 mil quilos de produtividade por hectare (250 sacas)”, observou o presidente do Sindicato Rural de Guarapuava, Rodolpho Luiz Werneck Botelho.Clique aqui para ler a matéria completa.

Fonte: Sistema FAEP

Título da Postagem: A produção dos gringos vista de perto

imprensa@faep.com.br