Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 17/09/2012 - 12h00
Postado em Notícias

17/09/2012 12h00 - Postado em Notícias

Plantio de soja liberado

O vazio sanitário da soja, que vigora desde junho para prevenir a ocorrência de ferrugem asiática nas lavouras de verão, termina neste domingo no Paraná. O fim desse período em que a ordem é eliminar qualquer planta remanescente marca o início da safra da oleaginosa de 2012/13. Nos últimos anos, apesar de o zoneamento agroclimático […]

O vazio sanitário da soja, que vigora desde junho para prevenir a ocorrência de ferrugem asiática nas lavouras de verão, termina neste domingo no Paraná. O fim desse período em que a ordem é eliminar qualquer planta remanescente marca o início da safra da oleaginosa de 2012/13.

Nos últimos anos, apesar de o zoneamento agroclimático exigir uma espera maior, os produtores têm colocado as plantadeiras em campo logo depois do vazio sanitário, para antecipar a colheita e, na sequência, o cultivo do milho de inverno. Desta vez, porém, o clima é impeditivo, prolongando o tempo em que as terras ficam expostas ao sol. Não há previsão de chuva que permita o início do plantio até terça-feira em todo o estado.

Mesmo com esse vazio sanitário prolongado, há fortes razões para os produtores ficarem atentos à ferrugem asiática neste ano, afirma a agrônoma da Secretaria Estadual da Agricultura e do Abastecimento (Seab) Maria Celeste Marcondes. "O inverno não teve período de geadas intensas, que eliminariam naturalmente a soja", pontua. Essas plantas potencializam o risco que o El Niño representa, com mais chuvas e temperaturas elevadas. A Seab apura nesta semana o número de áreas notificadas e multadas por apresentarem soja durante o vazio sanitário.

Gazeta Maringá – Maringá/PR
agro@gazetadopovo.­com.br

imprensa@faep.com.br