Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 02/08/2017 - 09h45
Postado em Destaques, Feijão, Grãos, Milho, Notícias, Soja, Trigo

02/08/2017 09h45 - Postado em Destaques, Feijão, Grãos, Milho, Notícias, Soja, Trigo

Paraná deve produzir 40 milhões de toneladas de grãos, estima Deral

Levantamento da entidade constatou perdas nas produções de trigo e do milho, este com metade da área já colhida

A Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Paraná (Seab) divulgou nova estimativa de safra que prevê produção acima de 40 milhões de toneladas de grãos entre as três safras plantadas no Estado. O relatório do Departamento de Economia Rural (Deral), que acompanha mensalmente a evolução das lavouras, registrou as perdas iniciais na safra de trigo, devido à geada recente, seca durante a evolução da cultura e, ainda, menor área de plantio. A área da segunda safra de soja, por exemplo, que no ano passado foi de 166 mil hectares, neste ano, é zero, conforme o Deral. Considerando soja, milho, trigo e feijão, a previsão anterior do órgão era de uma colheita de 41,783 milhões de toneladas.

O secretário paranaense de Agricultura, Norberto Ortigara, diz que ainda há riscos pela frente e prevê que poderão ocorrer novas perdas para os cereais de inverno como aveia, cevada, centeio, trigo e triticale. “Para o trigo, principal cereal de inverno no Paraná, as geadas ocorridas no mês de junho não causaram prejuízos às lavouras. Já as de julho causaram alguns danos que começam a ser contabilizados”, disse ele.

O diretor do Deral, Francisco Carlos Simioni, diz que os dados consolidados mostra a safra de grãos de verão com 25 milhões de toneladas, aumento de 24% sobre o ciclo anterior. A segunda safra de grãos, em andamento, está com expectativa de aumento de 30% sobre o mesmo período do ano passado, devendo atingir 14 milhões de toneladas puxada pelo milho safrinha.

“Nossas atenções estão concentradas na cevada e no trigo, que representam cerca de 81,5% da área cultivada no inverno e 88,3% da produção esperada. Até agora estamos bem, mesmo convivendo com frentes frias no final de abril, nos primeiros dez dias de junho e na segunda quinzena de julho com ocorrências de geadas”, explica Simioni.

Segundo ele, apesar do frio, chuva e agora seca, os produtores têm driblado as variações abruptas do clima. “De maneira geral, as estimativas feitas pelo Deral continuam apontando que o Paraná vem de uma sequência de boas safras, beneficiado pelo clima, como ocorreu nas demais regiões produtoras de grãos do mundo na safra 2016/17.”

Fonte: Revista Globo Rural.

Título da Postagem: Paraná deve produzir 40 milhões de toneladas de grãos, estima Deral

imprensa@faep.com.br