Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 13/05/2015 - 12h46
Postado em Pecuária de Corte

13/05/2015 12h46 - Postado em Pecuária de Corte

Paraná sedia reunião do Núcleo Sul do Conselho Nacional de Pecuária de Corte

O núcleo reúne Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, Estados que possuem peculiaridades específicas em relação à cadeia de bovinocultura de corte

Foi realizada na última terça-feira (12/05) em Curitiba, a primeira reunião do Núcleo Região Sul do Conselho Nacional de Pecuária de Corte (CNPC). Esse núcleo reúne os Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, que possuem peculiaridades específicas em relação à cadeia de bovinocultura de corte.

“Sabemos que não podemos competir com outros Estados em relação a tamanho de área e rebanho, por isso temos que buscar diferenciais de produção como carnes de qualidade. Para isso estamos buscando parcerias e novas tecnologias para fortalecer a cadeia e melhorar a rentabilidade do produtor”, afirmou o presidente da FAEP, Ágide Meneguette, que participou do encontro.

O CNPC representa a cadeia privada da pecuária de corte e possui entre outras atribuições coordenar o Conselho Nacional para a Saúde Animal (Conasan) e representar essa cadeia junto a organismos internacionais como a Organização Mundial da Saúde Animal (sigla em inglês OIE), Grupo Interamericano de Erradicação da Febre Aftosa (Giefa), Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Comitê Hemisférico para Erradicação da Febre Aftosa (Cohefa) e Organização Mundial da Saúde (OMS).

O vice-presidente do CNPC, Sebastião Costa Guedes, analisou as oportunidades e desafios para o desenvolvimento da cadeira produtiva do sul. Uma das recomendações é o estímulo de produção de raças europeias e cruzamentos para produção de carnes de qualidade de diferenciais. Ele falou também do emprenho que esse núcleo deve ter para manter frigoríficos estaduais e municipais. “É preciso trabalhar para que esses estabelecimentos se mantenham e garantam a manutenção de abate dos pequenos e médios produtores equilibrando assim o mercado”.

Outros temas abordados na reunião: Harmonização Sanitária; Demandas de Pesquisa Aplicada e Classificação de carcaças e couro. O Núcleo Sul é o primeiro grupo regionalizado criado no CNPC e tem como representantes: no Paraná, o produtor rural e presidente da Comissão Técnica da FAEP de Bovinocultura de Corte da FAEP, Rodolpho Wernek Botelho; representando o presidente da Federação da Agricultura de Santa Catarina, o advogado, Clemerson Pedrozo e pelo Rio Grande do Sul o assessor técnico do Sistema Farsul, o médico-veterinário, Luiz Alberto Pitta Pinheiro.

Segundo Rodolpho representante do Paraná como os três Estados são muito similares em relação a bovinocultura de carne, devem buscar um mercado abrangente  onde possam colocar seu produto de maneira eficiente trazendo uma melhor rentabilidade para os produtores rurais.

Para o representante do Sistema Farsul, Luiz Alberto Pitta Pinheiro, considerou a criação do conselho sul muito relevante para o setor. “Tivemos oportunidade de manifestar nossas opiniões e fazer um bom diagnóstico da situação. Decidimos que a frequência das próximas reuniões devem ser organizadas em intervalos menores e no sistema de rodízio.  Essas iniciativas são muito louváveis porque promovem  o debate e a troca de informação entre os agentes dessa cadeia”, finalizou.

 

Ouça aqui a entrevista do representante do Paraná no Núcleo Sul, Rodolpho Werneck Botelho.

 

 

 

Título da Postagem: Paraná sedia reunião do Núcleo Sul do Conselho Nacional de Pecuária de Corte

imprensa@faep.com.br