Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 11/12/2013 - 11h18
Postado em Helicoverpa

11/12/2013 11h18 - Postado em Helicoverpa

Olho na helicoverpa

Monitoramento realizado pela Adapar mostra que nenhuma região do Paraná apresenta situação alarmante ou superpopulação da lagarta

A Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) divulgou, no dia 9 de dezembro, levantamento do monitoramento da lagarta Helicoverpa armigera em 13 municípios paranaenses. Até o momento a situação fitossanitária das lavouras no Paraná está sob controle, ou seja, não há necessidade de declarar estado de emergência fitosssanitária.  Os levantamentos foram realizados entre os dias 02/12/2013 a 06/12/2013 em Guarapuava, Ponta Grossa, Ivaiporã, Campo Mourão, Apucarana, Jacarezinho, Cornélio Procópio, Londrina, Maringá, Toledo, Cascavel, Francisco Beltrão e Pato Branco. Em todas as propriedades monitoradas verificou-se baixa ou nenhuma presença da lagarta.

As informações do monitoramento dão conta que nenhuma região do Estado apresenta situação alarmante ou superpopulação de lagarta. Há informações que mesmo com uma baixa incidência de lagartas, inclusive de outras espécies, os produtores estão aplicando inseticidas de forma preventiva, prática não indicada pelos técnicos. Em lavouras onde está sendo adotado o Manejo Integrado de Pragas (MIP) ou que não receberam inseticidas foram observados lagartas parasitadas por inimigos naturais.

Os técnicos da Adapar estão realizando coletas de lagartas para serem enviadas à Embrapa Soja para análise. A recomendação dos técnicos aos produtores é que evitem a aplicação de inseticidas de forma preventiva e mantenha o constante monitoramento das pragas.

O Sistema FAEP tem acompanhando as informações e notas técnicas divulgadas pelos órgãos oficiais de pesquisa, assistência técnica e de fiscalização e tem apoiado no âmbito da “Campanha Plante Seu Futuro” a realização de seminários e palestras em todas as regiões do estado, visando a orientação de técnicos e produtores para o controle e o MIP. O SENAR-PR disponibiliza curso de MIP – Soja, os interessados devem procurar o Sindicato Rural mais próximo.

Além disso, o Sistema FAEP apoia o Projeto de Monitoramento e identificação da Helicoverpa armigera – Paraná safra 2013/2014 realizado pela Adapar e Embrapa com o objetivo de monitorar, coletar, identificar e mapear a praga no Estado para definição de um planejamento e ações de controle.

A Emater possui 50 unidades de referência de Manejo Integrado de Pragas e Doenças. Os interessados em conhecer essa ação de manejo e controle da praga podem entrar em contato com os escritórios da Emater. O Sistema FAEP financiou a aquisição de 1.000 panos de batida para a Emater distribuir nas atividades dessas unidades de referência.

Acompanhe o informativo semanal do monitoramento da Helicoverpa armigera, clique aqui

Título da Postagem: Olho na helicoverpa

imprensa@faep.com.br