Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 05/12/2014 - 07h30
Postado em Eventos

05/12/2014 07h30 - Postado em Eventos

O Programa Empreendedor Rural

Cerca de 1 milhão e 400 mil paranaenses, segundo o Censo de 2010, vivem no meio rural. A maior parte desse exército de produtores busca aumentar a renda que só virá com o aumento da produtividade resultante de boas práticas agropecuárias e de gestão. Semear, plantar e colher podem ser três verbos fáceis de conjugar […]

Cerca de 1 milhão e 400 mil paranaenses, segundo o Censo de 2010, vivem no meio rural. A maior parte desse exército de produtores busca aumentar a renda que só virá com o aumento da produtividade resultante de boas práticas agropecuárias e de gestão. Semear, plantar e colher podem ser três verbos fáceis de conjugar para a gente das cidades, mas quem está na lida do campo cada um deles representa uma série de desafios numa época em que a tecnologia bate às portas e o mercado decide os preços na oferta e procura.

Conviver e tirar dividendos desta atividade exige paciência, dedicação e principalmente conhecimento. Por isso, há 11 anos, o Sistema FAEP/SENAR-PR formou parceria com o Sebrae-PR e a Fetaep e esse trinômio desenvolveu o Programa Empreendedor Rural – PER. O programa possui 5 (cinco) fases – diagnóstico, planejamento estratégico, estudo de mercado, engenharia de projetos e avaliações e, em cada uma destas fases, são tratados módulos encadeados de forma a dar suporte teórico e prático aos produtores. Esses termos podem parecer componentes do “economês”, mas na verdade são destrinchados de forma clara e didática pelos instrutores do SENAR-PR.

São 136 horas, uma vez por semana, em que 15 módulos específicos e direcionados a cada fase do projeto, aborda áreas de conhecimento técnico e de desenvolvimento humano. Eles compreendem capacitação para a elaboração de projetos, formas de comercialização, custos de produção, planejamento estratégico, noções de legislação trabalhista, ambiental, sucessão familiar, fluxos de caixa e outros conceitos. Para alguns esses temas assustam, para a maioria o resultado é a satisfação pessoal e orgulho pela atividade que exercem no campo. Afinal, complementando a parte técnica, os participantes são incentivados a desenvolver habilidades sociais relacionamento interpessoal, social e humano. Pesquisas informais com produtores certificados pelo programa revelaram aumento da auto-estima, compreensão do que é cidadania e desenvolvimento da capacidade de liderança.

“Esse conjunto resulta no desenvolvimento de atividades inovadoras nas suas propriedades, conhecendo os riscos a que estão sujeitos e quais as melhores formas para se obter sucesso e ser uma pessoa melhor”, dizem os coordenadores do Programa.

O público-alvo

O público alvo são pessoas ligadas ao meio rural – proprietários ou arrendatários de terras, parceiros, suas famílias, trabalhadores rurais, prestadores de serviço para o meio rural e outras pessoas cujas atividades econômicas mantêm vínculo com o setor rural. Ter o ensino fundamental e idade mínima de 18 anos são os pré-requisitos do Programa Empreendedor Rural.

Desde 2003 mais de 21 mil produtores e trabalhadores rurais fizeram o Programa Empreendedor Rural. Neste ano foram 96 turmas que beneficiaram 1.058 participantes. Desde 2012 aqueles que fizeram o PER podem participar pela internet de uma espécie de especialização. É o chamado Empreendedor à Distância, com 40 horas de duração, divididas em quatro horas presenciais e o restante on-line.

Título da Postagem: O Programa Empreendedor Rural

imprensa@faep.com.br