Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 10/11/2014 - 11h15
Postado em Sem categoria

10/11/2014 11h15 - Postado em Sem categoria

O Programa Agrinho ainda é o que poderia chamar de ‘meu xodó’, diz Ágide Menegette

O Agrinho faz parte do conjunto de programas que tem por finalidade melhorar a vida da sociedade, estimulando a nova geração a refletir sobre as relações entre o campo e a cidade

Confira o discurso do presidente do Sistema FAEP, Ágide Meneguette, durante a 19ª premiação do Programa Agrinho

Este encontro anual, para entrega de prêmios a alunos e professores do ensino básico que participaram do Programa Agrinho, é sempre uma ocasião muito feliz para mim e para toda a família do Senar Paraná.

Esta é a ação do Senar Paraná que mais me toca porque envolve crianças e jovens e que trabalha no sentido de formar homens e mulheres mais conscientes e mais produtivos no futuro.

O Agrinho faz parte do conjunto de programas que tem por finalidade melhorar a vida da sociedade, estimulando a nova geração a refletir sobre as relações entre o campo e a cidade.

A finalidade principal do Senar é a formação profissional rural. Qualificar trabalhadores e produtores rurais em 260 atividades do campo, desde as mais simples até as mais complexas, como a que estamos iniciando com a Agricultura de Precisão.

Até hoje, o Senar Paraná já qualificou e certificou cerca de 1 milhão  de  trabalhadores e produtores rurais, sem contar os  que participaram dos nossas atividades de promoção social.

Pensando na juventude e o seu papel no futuro, o Senar possui  importantes programas:

O Programa Jovem Agricultor Aprendiz, para jovens de 14 a 18 anos, destinado a prepará-los em gestão da propriedade e encaminhá-los para os cursos de formação profissional. Até agora, passaram pelo Programa Jovem Agricultor Aprendiz mais de 47 mil jovens.

Outro programa é de Aprendizagem de Adolescentes e Jovens, com a finalidade de prepará-los para, atuarem no futuro como trabalhadores com especialização em atividades ligadas ao agronegócio, tais como avicultura, mecânica e mecanização.

Como o que se pretende é uma agropecuária racional, planejada, com o melhor resultado possível, o sistema FAEP/ Senar Paraná mantém o Programa Empreendedor Rural, em parceria com o Sebrae e a Fetaep, cujo encerramento será numa solenidade no dia 5 de dezembro. Pelo empreendedor já passaram mais de 21 mil trabalhadores e produtores rurais, afim de estimular a gestão da propriedade rural e alavancar uma face moderna para o nosso setor.

Com esses programas, com a capacitação em massa e de qualidade para trabalhadores e produtores, o Senar Paraná ajuda a fazer uma revolução na agropecuária do nosso Estado, ganhando em produtividade o que não temos mais em fronteira agrícola.

Mas com tudo isso, o Programa Agrinho ainda é o que poderia chamar de “meu xodó”.

Este ano é o primeiro com um novo material didático, que procura mostrar a ligação entre a população urbana e as lides do campos, mostrando a interdependência entre campo e cidade.

Trata-se de um grande esforço de técnicos do Senar e seus supervisores, de dirigentes dos sindicatos rurais com seus mobilizadores.

Trata-se, sobretudo, do esforço e da inteligência de nossos secretários municipais de educação, dos diretores de escola, e principalmente dos nossos professores. De professores e técnicos que fizeram parte da banca  que analisou  mais de 5  mil trabalhos para selecionar os que hoje estão sendo premiados.

Deve-se o sucesso do Agrinho ao apoio do Governo do Estado, através das Secretarias de Educação, Agricultura, da Justiça, do Meio Ambiente e do Instituo Ambiental do Paraná.

Deve-se também aos nossos parceiros: o Ministério do Trabalho, o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, o Ministério Púbico do Estado do Paraná, o Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, o Ministério Público do Trabalho, o Instituto de Previdência Social, o Banco do Brasil, a Itaipu Binacional e à empresa Down Agroscience.

Esta união de esforços contribui para esse notável avanço na formação da cidadania.

Eu agradeço a todos esses parceiros, aos professores, diretores, pais e alunos que participaram das atividades do Agrinho e do concurso, cujos vencedores hoje recebem seus prêmios e o nosso reconhecimento.

Muito Obrigado.
Ágide Meneguette

Presidente do Sistema FAEP

Tags:,

Título da Postagem: O Programa Agrinho ainda é o que poderia chamar de ‘meu xodó’, diz Ágide Menegette

imprensa@faep.com.br