Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 22/09/2016 - 09h50
Postado em Clima, Destaques

22/09/2016 09h50 - Postado em Clima, Destaques

Nova estação modifica o clima no campo

Segundo o meteorologista Luiz Renato Lazinski, do Inmet, a previsão é de que as chuvas serão menos abundantes na atual temporada. Ouça o áudio

Dia 22 de setembro marca o início da primavera e já estamos sentindo os efeitos do La Niña. O frio se prolongou e houve redução de chuvas em todas as regiões do Paraná, no momento em que os produtores rurais estão preparando o solo para semear a soja com o plantio seguindo até meados de outubro. Segundo o meteorologista Luiz Renato Lazinski, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão é de que as chuvas serão menos abundantes na comparação com a última safra de verão.

O meteorologista foi palestrante do seminário sobre Tendências Climáticas, realizado pelo Sindicato Rural de Maringá, em parceria com a FAEP, no dia 19 de setembro. Ele explicou os desdobramentos do La Niña para a atual temporada, com precipitações menores e mal distribuídas em todo o Estado. “Ao longo de setembro percebemos a irregularidade das chuvas”, observou o meteorologista.

A tendência climática é de períodos com veranico em algumas regiões. “Entre novembro e dezembro, a previsão é de longos períodos sem chuvas e temperaturas mais altas”, comentou.

O desenvolvimento das lavouras de feijão pode ser prejudicado no próximo mês com as geadas tardias. A região Centro-Sul, por exemplo, em que os produtores rurais começam a colheita no final de outubro pode ser mais afetada. “Os produtores já perceberam as mudanças nos últimos meses. Estamos observando ondas mais fortes de frio, que devem ocorrer até o mês que vem. Diante da previsão das geadas nesse período, a cultura pode ser prejudicada”, avaliou.

Ouça o áudio

Título da Postagem: Nova estação modifica o clima no campo

imprensa@faep.com.br