Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 10/06/2020 - 14h19
Postado em Destaques, Infraestrutura, Notícias

10/06/2020 14h19 - Postado em Destaques, Infraestrutura, Notícias

Navio gigante ajuda a exportar safra recorde do Paraná

Por meio do Porto de Paranaguá, Estado bate novo recorde de embarques da oleaginosa. Desta vez, maior graneleiro que já aportou no Paraná ajuda a exportar produção

No fim da tarde do dia 8 de junho, o navio Pacific South atracou em um dos berços do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá. Com 292 metros de comprimento e 45 metros de largura (de boca), o graneleiro é a maior embarcação já recebido pelo complexo portuário paranaense. O deslocamento do gigante a Paranaguá tem um motivo específico: o navio embarcou 103 mil toneladas de farelo de soja, volume histórico para o segmento de graneis sólidos do porto.

De bandeira das Ilhas Marshal, o Pacific South veio da China. Após ser carregado com o farelo de soja produzido no Paraná, o navio irá transportar a carga ao porto de Amsterdã, na Holanda. Das 103 mil toneladas, cerca de 84 mil saíram da cooperativa Coamo; 15 mil toneladas, da Cotriguaçu; e 4 mil, dos silos públicos.

O volume que será embarcado no Pacific South corresponde à carga de 3,4 mil caminhões e supera em 13 mil toneladas o recorde anterior, que havia sido registrado em maio de 2019. Na ocasião, o navio chinês Lan Hua Hai, de 254 metros, carregou 90 mil toneladas de farelo de soja.

A grande carga embarcada em um único navio é um dos reflexos da safra recorde de soja do Paraná, que ultrapassou os 20,7 milhões de toneladas. Apesar da pandemia do coronavírus, o Estado tem batido recordes de exportação, graças à eficiência do complexo portuário de Paranaguá. “Nós temos feito o nosso trabalho da porteira para dentro e sempre precisamos de infraestrutura para dar destino aos nossos produtos agropecuários. E o Porto de Paranaguá tem cumprido bem o seu papel e merece os parabéns de todo nosso setor”, diz o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette.

Recorde

Na esteira da super safra de soja, o Porto de Paranaguá vem batendo recordes. Em maio, o terminal embarcou 2,4 milhões de toneladas – o dobro do carregado no mesmo mês do ano passado. Nos cinco primeiros meses de 2020, as exportações de produtos do complexo soja por meio do complexo portuário chegaram a 9,6 milhões de toneladas – um terço a mais do que o embarcado no mesmo período de 2019.

A soja em grão foi o produto cujos carregamentos mais aumentaram. Só em maio de 2020, foram carregados quase 2 milhões de toneladas de soja em grão – 248% a mais em relação ao mesmo mês de 2019.

O farelo de soja também teve crescimento. Neste ano, foram 2 milhões de toneladas exportadas, ante 1,8 milhão de toneladas nos primeiros cinco meses de 2019. Considerando apenas o embarque mensal, maio de 2020 teve crescimento de 76%, com 496.360 toneladas embarcadas.

Toda essa movimentação foi garantida graças a medidas tomadas pela empresa pública Portos do Paraná – que administra o complexo portuário de Paranaguá –, que investiu em políticas e medidas específicas para preservas os trabalhadores durante a pandemia e, ao mesmo tempo, manter os serviços.

Título da Postagem: Navio gigante ajuda a exportar safra recorde do Paraná

imprensa@faep.com.br