Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 30/06/2016 - 10h01
Postado em Destaques, Notícias

30/06/2016 10h01 - Postado em Destaques, Notícias

Na expectativa do USDA, mercado inicia pregão próximo da estabilidade

As principais posições do milho negociadas na Bolsa de Chicago registram ligeiras altas

Depois das recentes perdas, as principais posições do milho negociadas na Bolsa de Chicago (CBOT) iniciaram o pregão desta quinta-feira (30) com ligeiras altas, próximas da estabilidade. Por volta das 8h07 (horário de Brasília), os vencimentos da commodity exibiam leves ganhos entre 1,25 e 3,25 pontos. O contrato julho/16 era cotado a US$ 3,74 por bushel, já o março/17 era negociado a US$ 3,92 por bushel.

O mercado ainda opera em compasso de espera e aguarda os boletins do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), que serão reportados na tarde de hoje. O departamento traz importantes números a respeito da área semeada com o milho nesta temporada e também os estoques trimestrais.

No caso da área, as apostas dos participantes do mercado giram em torno de 37,23 milhões de hectares a 38,04 milhões de hectares. No início de junho, o departamento indicou a área semeada com o grão em 33,27 milhões de hectares. Já os estoques deverão ficar entre 112,71 milhões de toneladas e 117,48 milhões de toneladas. Em março, o USDA estimou os estoques em 198,33 milhões de toneladas.

Além disso, os investidores ainda acompanham de perto as previsões climáticas no país. Isso porque, a partir de meados de julho, as lavouras entram em fase de polinização, uma das mais importantes para a cultura. Por enquanto, as previsões indicam chuvas e temperaturas acima da normalidade, no período de 6 a 12 de julho.

Título da Postagem: Na expectativa do USDA, mercado inicia pregão próximo da estabilidade

imprensa@faep.com.br