Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 30/06/2016 - 16h02
Postado em Bolsa e Radar, Destaques

30/06/2016 16h02 - Postado em Bolsa e Radar, Destaques

Mais soja na próxima temporada

USDA indica aumento de área de soja nos Estados Unidos e aumento nos estoques trimestrais americanos. Ouça o áudio com a economista Tânia Moreira Alberti, do DTE da FAEP

Por Tânia Moreira Alberti, economista da FAEP

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) divulgou nesta quinta-feira dois importantes relatórios para o mercado de grãos. Um deles trata da área de plantio nos Estados Unidos na temporada atual (2016/17) e outro mostra a posição dos estoques trimestrais americanos.

A área de soja aumentou para 83,7 milhões de acres (33,8 milhões de hectares), em sintonia com as expectativas de mercado, já que o aumento de área já era previsto, e maior que a previsão inicial de 82,2 milhões de acres (33,2 milhões de hectares) para temporada 2016/17.

A área de 83,7 milhões de acres para temporada atual é 1% maior que a área da safra 2015/16. A área a ser colhida é estimada em 83,0 milhões de acres (33,5 milhões de hectares), acima da safra passada e a maior área colhida na série histórica, segundo o USDA.

Para os estoques trimestrais de soja foi apontado crescimento de 39% em relação a junho do ano passado. O número subiu para 23,68 milhões de toneladas.

No milho havia expectativa de que a área diminuísse em relação ao inicialmente previsto de 93,6 milhões de acres (37,8 milhões de hectares). No entanto, a área aumentou para 94,1 milhões de acres (38 milhões de hectares), a terceira maior área já plantada na série história americana. Os dados surpreenderam o mercado, e as cotações de milho afundaram em Chicago após a divulgação do relatório.

Nos estoques trimestrais de milho foi indicado aumento de 6% em relação a junho de 2015, totalizando 119,98 milhões de toneladas.

Em resumo, os dados divulgados pelo USDA revelam mais área na soja e no milho, e estoques maiores. São projeções que mostram um quadro a favor da oferta nos Estados Unidos. No entanto, estas estimativas seguirão condicionadas ao clima. Apenas condições climáticas positivas entre julho e agosto poderão influenciar resultados excelentes de safra, mas até o momento a expectativa de clima seco permanece chamando a atenção do mercado na Bolsa de Chicago.

Clima em julho e agosto é chave para os resultados

O plantio de soja nos Estados Unidos ocorre principalmente entre maio e junho, e atualmente está concluído com 72% das lavouras americanas de soja em condições de boas a excelentes. Apesar das boas condições atualmente, o clima permanece como motivo de atenção e será fundamental entre julho e agosto. Condições de seca são esperadas para este período importante.

Na safra 2015/16 com a área de 82,7 milhões de acres foi colhida uma safra recorde de 106,88 milhões de toneladas. Na safra passada a área de milho era de 88,0 milhões de acres, resultando em uma produção de 345,49 milhões de acres, como terceiro recorde de produção americano.

Tags:, , ,

Título da Postagem: Mais soja na próxima temporada

imprensa@faep.com.br