Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 26/10/2015 - 10h25
Postado em Informes, Milho, Soja

26/10/2015 10h25 - Postado em Informes, Milho, Soja

Informe – SOJA E MILHO – 29/10/2015

Acompanhe a análise econômica da FAEP sobre a movimentações das commodities

Por: Tânia Moreira |Economista do Departamento Téc. e Econômico da FAEP.

SOJA abre positivo em dia de exportações semanais americanas

Após encerrar a quarta-feira próximo das mínimas da semana, os futuros abriram o dia do lado positivo, com o contrato de maio-2016 cotado a ↑US$ 8,93 por bushel, com o câmbio em alta, cotado a ↑R$ 3,9472.

Na data de ontem, o futuro de maio fechou o dia em US$ 8,918 por bushel pressionado pela colheita nos Estados Unidos, perspectivas climáticas positivas ao plantio no Brasil, e por um dólar mais forte em relação a uma cesta de moedas, após o conselho de política monetária americano anunciar que a alta da taxa de juros nos Estados Unidos pode acontecer a partir de dezembro deste ano.

Hoje os futuros seguem positivos em dia de exportações semanais americanas. Nas últimas semanas o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) mostrou dados acima da média semanal do ano passado, mas que ainda assim são menores no acumulado do ano, comparativamente a 2014. A expectiva do mercado para hoje é de 1,6 a 2,0 milhões de toneladas para a soja.

No mercado interno, o preço médio recebido pelo produtor foi cotado ontem a R$ 70,83 por saca, com queda de 0,53% em relação ao dia anterior, segundo a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (SEAB).

Acompanhe o fechamento de quarta-feira:

taba

MILHO tem a mínima da semana

O dólar forte frente a uma demanda americana fraca pressionou os preços do milho na Bolsa de Chicago na data de ontem, e o contrato de maio-2016 marcou a mínima da semana. Mas se por um lado a demanda americana é fraca, por outro a demanda brasileira segue robusta com a fraqueza da moeda nacional.

Segundo o site Reuters o movimento de navios previstos para carregar grãos nos portos do Brasil em novembro deverá ser quase três vezes maior que no mesmo período em 2014, com destaque para as exportações de milho. A consultoria Informa Economics FNP estima que as exportações de milho do Brasil devam continuar aquecidas até o início do ano que vem.

Na data de hoje até às 10:30 o contrato de maio-2016 era cotado a ↓US$ 3,92 por bushel. A cotação no mercado interno paranaense na data de ontem foi de R$ 24,61 por saca, segundo a SEAB.

Acompanhe o fechamento de quarta-feira:

tabb
Acesse as análises diárias da commodities no link: http://commodities.sistemafaep.org.br/

Título da Postagem: Informe – SOJA E MILHO – 29/10/2015

imprensa@faep.com.br