Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 13/11/2015 - 09h31
Postado em Informes, Soja

13/11/2015 09h31 - Postado em Informes, Soja

Informe SOJA – 16/11/2015

Acompanhe a movimentação das commodities agrícolas no mercado internacional

Por: Tânia Moreira |Economista do Departamento Téc. e Econômico da FAEP.

SOJA ABRE O DIA NO VERMELHO: os futuros da soja abriram a semana operando com leves quedas. O contrato de maio-2016 era cotado a ↓US$ 8,61 por bushel (-0,02%), após encerrar a semana anterior também do lado negativo. O câmbio, pela manhã, era cotado a ↑R$ 3,8493, ganhando 0,06%.

Os futuros da soja passaram a recuar na semana passada após o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), em seu relatório de oferta e demanda, do mês de novembro, elevar a produtividade e a produção de soja, indicando uma safra de 108,35 milhões de toneladas, recorde de produção nos Estados Unidos.

No Brasil, consultorias privadas estimam que o percentual de plantio é entre 56% a 60%, estando atrasado em relação ao ano passado e em relação a média dos últimos cinco anos. No Paraná, o percentual plantado é estimado em 84% segundo a AgRural, estando à frente da média do ano passado de 76%. Atrasos são registrados nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goaís, Bahia, Tocantins, Piauí e Maranhão. A estimativa de produção é de 101,6 a 102,8 milhões de toneladas, segundo a Companhia Nacional do Abastecimento (Conab).

Na sexta, o preço médio recebido pelo produtor foi cotado a R$ 68,22 por saca, segundo a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (SEAB).

Acompanhe o fechamento de sexta-feira:

tab1

 

Acesse as análises diárias da commodities no link: http://commodities.sistemafaep.org.br/

Título da Postagem: Informe SOJA – 16/11/2015

imprensa@faep.com.br