Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 20/03/2015 - 10h51
Postado em Meio Ambiente

20/03/2015 10h51 - Postado em Meio Ambiente

Governo do Estado pede prorrogação do CAR

Prazo para entrega do cadastro ambiental das propriedades rurais expira no próximo dia 05 de maio, porém menos de 10% dos imóveis rurais em todo país foram cadastrados

A pedido da Federação da Agricultura do Paraná (FAEP), o governo do Estado encaminhou à ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, um ofício solicitando a prorrogação do prazo para que os produtores rurais realizem o Cadastro Ambiental Rural (CAR) por mais um ano. O documento foi recebido no ministério na última quinta-feira (18 de março).

O prazo inicial para que os produtores brasileiros entregassem o CAR expira no próximo dia 05 de maio, porém nem 10% das propriedades em todo território nacional foram cadastradas até o momento. Diante desse fato, o governo, em sintonia com a Federação, solicitou mais tempo para que o cadastramento seja feito sem atropelos e sem prejuízos dos direitos dos produtores do Estado.

O Paraná é o segundo Estado brasileiro em número de imóveis rurais, com 530 mil propriedades que deverão ser inscritas no CAR. Até o momento, segundo os dados mais recentes do Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (SICAR), apenas 33.078 cadastros foram efetuados (pouco mais de 6%), o que torna temerosa a não prorrogação do prazo.
Para fomentar a realização dos cadastros, a FAEP, em parceria com o órgão ambiental do Estado, vem treinando sindicados rurais, técnicos e instituições para auxiliar os produtores a preencherem o CAR corretamente.

Este não é o único pedido para a prorrogação do prazo para os cadastramentos. No último dia 06 de fevereiro o presidente da FAEP, Ágide Meneguette, encaminhou oficio à mesma ministra Izabella Teixeira, solicitando que o prazo para entrega do CAR fosse estendido por mais um ano.

No documento, o dirigente ponderava que, quando o CAR foi implantado, existiam muitas dúvidas a respeito de como cadastrar os imóveis. Assim, produtores rurais, por orientações equivocadas, acabaram cadastrando sua propriedade por matrícula e não por imóvel rural como consta na IN n°32, de 06 maio de 2014, artigo 32. “Esses produtores necessitam corrigir o erro, entretanto não conseguem, pois o programa não permite cancelar um CAR já feito”, explica o documento.

 
Fonte: Sistema FAEP – 20/03/2015

Título da Postagem: Governo do Estado pede prorrogação do CAR

imprensa@faep.com.br