Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 23/04/2014 - 11h36
Postado em Clima, Faep

23/04/2014 11h36 - Postado em Clima, Faep

Garantia de proteção

Estufas são uma espécie de seguro de renda para horticultores

estufaFilho de descendentes poloneses e italianos, João Celso Brazi, sempre foi um trabalhador assalariado (motorista), mas depois de se aposentar há dois anos, adquiriu uma pequena propriedade rural (5.000 m2), no município de General Carneiro, no Sul do Estado. 

Esse município é considerado um dos mais frios do Paraná, sujeito à geadas e às vezes até neve, uma barreira que Brazi teria de enfrentar no seu projeto de cultivo de hortaliças.

Ele buscou formação para atuar na área agrícola no SENAR-PR e descobriu no curso Programa Empreendedor Rural e três de Olericultura, que com estufas poderia driblar as intempéries do clima e produzir as hortaliças o ano inteiro. No total são 1.700 m2 de cultivo protegido distribuídos em cinco estufas. O investimento do produtor foi de R$ 4.000,00 onde se espalham 21 tipos diferentes de hortaliças durante todo o ano.

Além da estufa ele agregou outras técnicas como adubação orgânica, com esterco peneirado; e no inverno nebulização com fumaça para neutralizar o efeito do frio rigoroso principalmente nas folhas de alface. Brazi fornece hortaliças para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e quando há excedente de produção ele monta Cestas Verdes e vende direto ao consumidor. “Nos cursos de olerícolas do SENAR-PR entendi que a na estufa era uma forma de garantir a produção o ano inteiro.

Funciona como um seguro de renda. A estufa é uma ferramenta que me traz tranquilidade, pois sei que vou produzir, colher e vender”, comenta.

Leia a matéria completa no Boletim Informativo desta semana clicando aqui

Título da Postagem: Garantia de proteção

imprensa@faep.com.br