Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 06/08/2013 - 12h00
Postado em Notícias

06/08/2013 12h00 - Postado em Notícias

Feira quer movimentar R$ 40 milhões em Castro

A inclusão de dinâmicas de máquinas na programação da 13° Agroleite, feira agropecuária voltada ao setor leiteiro, em Castro, na região dos Campos Gerais, deve impulsionar o número de negócios. O evento começa na próxima segunda-feira (12) e segue até sexta-feira (16). Este ano, além do maquinário exposto nos estandes, os produtores terão a oportunidade […]

A inclusão de dinâmicas de máquinas na programação da 13° Agroleite, feira agropecuária voltada ao setor leiteiro, em Castro, na região dos Campos Gerais, deve impulsionar o número de negócios. O evento começa na próxima segunda-feira (12) e segue até sexta-feira (16). Este ano, além do maquinário exposto nos estandes, os produtores terão a oportunidade de acompanhar o desempenho dos equipamentos durante os três dias.

O objetivo da ação é repassar aos produtores os avanços tecnológicos obtidos pelas indústrias de máquinas. As demonstrações de campo a partir de quarta-feira (14).

"É uma semana de oportunidades tanto para as empresas do setor como para os produtores. A Agroleite é uma plataforma para lançamentos", define Frans Borg, presidente da cooperativa Castrolanda, organizadora da feira. O executivo acredita na superação dos R$ 40 milhões em negócio da edição anterior.

A novidade também traz boas expectativas para os bancos presentes no evento. Para o superintendente da agência paranaense do Banco Regional do Desenvolvimento Econômico (BRDE), Paulo Cesar Starke Junior, as demonstrações podem ajudar na tomada de decisão do produtor. "Acaba resolvendo alguma dúvida pontual", diz.

A entidade financeira não trabalha com um valor fixo de oferta de crédito para o evento. Porém, os contatos realizados no local devem contribuir para superar o volume de negócios nos próximos 12 meses em relação aos R$ 6,7 milhões fechados entre julho do ano passado e junho deste ano. "A instalação de novas unidades industriais da Castrolanda e Batavo deve gerar novas demandas", aponta Starke. As duas cooperativas estão construindo uma Unidade de Beneficiamento de Leite (UBL), na cidade de Itapetininga, interior de São Paulo.

Já a cooperativa de crédito Sicredi Campos Gerais chega a Agroleite disponibilizando R$ 10 milhões aos produtores. Na edição 2012 da Agroleite, a entidade fechou R$ 8 milhões em negócios.

"A região dos Campos Gerais, em especial as cidades de Castro e Carambeí, é considerada a maior bacia leiteira do país. O Sicredi, como agente financeiro, pode ajudar o produtor na aquisição de novos equipamentos", ressalta Lauro Osmar Schneider, presidente da Sicredi Campos Gerais.

No Banco do Brasil, principal agente financiador da safra brasileira, a expectativa é prospectar cerca de R$ 30 milhões para chegar a metade do valor em negócios concretizados. No ano passado, por meio dos contatos realizados durante a Agroleite, a entidade fechou R$ 13 milhões.

"Toda a demonstração [dinâmica de campo] é melhor para o produtor. Isso mostra a preocupação da promotora com a valorização do evento", aponta Pablo da Silva Ricoldy, gerente de agronegócio do Banco do Brasil.

A organização prevê que mais de 80 mil pessoas passem pelo Parque de Exposição Dario Macedo durante os cinco dias de evento.

Especial

Uma revista editada pelo núcleo Agronegócio Gazeta do Povo será encartada no jornal de domingo. A publicação trará reportagens especiais sobre a pecuária leiteira do estado, além de panorama do mercado de grãos, turismo e gastrononomia da região, que hoje abriga uma das bacias leiteiras mais produtivas do país. A publicação terá uma tiragem extra que será entregue gratuitamente aos visitantes da Agroleite. Essa é a terceira edição especial do ano.

O conteúdo completo da revista poderá ser visualizado no site www.agrogp.com.br, em formato "flip page".

Fonte: Gazeta do Povo-  06/08/2013

imprensa@faep.com.br