Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 23/01/2014 - 13h41
Postado em Ágide Meneguette, Agronegócios, Faep, Trigo

23/01/2014 13h41 - Postado em Ágide Meneguette, Agronegócios, Faep, Trigo

FAEP propõe reajuste de preço mínimo do trigo e fim de isenção na importação

Plantio começa em março e governo ainda não definiu a política agrícola para o trigo e as demais culturas de inverno.

capa_final_cultura_invernoO presidente da Federação Agricultura do Estado do Paraná (FAEP), Ágide Meneguette, encaminhou ofício ao governo federal* solicitando o aumento de 19,6% do preço mínimo para o trigo tipo 1 da classe pão, passando de R$ 531,00/t para R$ 635,33/t. No documento a FAEP propôs ainda a manutenção da Tarifa Externa Comum (TEC) em 10% para importações provenientes de países fora do Mercosul.

Além do pedido de reajuste no preço mínimo e manutenção do imposto ao trigo estadunidense, a FAEP solicitou agilidade na definição da “Política Agrícola Brasileira para a Triticultura e Demais Culturas de Inverno” para a safra 2014/15. De acordo com a Federação, essa política pública deve definir os interesses no produto nacional, garantindo o abastecimento nacional e reduzindo a dependência externa do produto. É necessário sua divulgação  até fevereiro, considerando que o plantio do trigo começa em março no Paraná.

5,3 milhões de toneladas

Conforme levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a produção nacional de trigo na safra 2013/14 deve totalizar 5,3 milhões de toneladas. No sul do país, que responde por 90% da produção nacional de trigo, a comercialização da safra segue pressionada. No período da colheita, de agosto a dezembro, foram importadas 3,165 milhões de toneladas de trigo provenientes em grande parte dos Estados Unidos com Tarifa Externa Comum (TEC) de 0% aumentando a disponibilidade do produto, reduzindo os preços e a liquidez dos negócios.

No documento o presidente da FAEP argumenta “que essa política propiciou que os moinhos fiquem estocados e os preços médios recebidos pelos produtores brasileiros reduzam significativamente”. No Paraná, os preços passaram de R$ 817,00/t em outubro para R$ 696,00/t em janeiro. No Rio Grande do Sul os preços médios estão cotados a R$ 580,00/t. Com a entrada da safra argentina, uruguaia e paraguaia a disponibilidade do produto deve aumentar, pressionando os preços internos para valores abaixo do custo de produção.

A imprensa tem noticiado que a indústria nacional deve articular novo pedido de isenção da TEC a partir de maio para o produto proveniente de fora do Mercosul. De acordo com a FAEP, no campo, essa informação de nova isenção repercute negativamente, gerando incertezas e desestimulando a continuidade do plantio. Segundo o documento, “essa situação tem o agravante que na contramão dos preços, os custos de produção seguem elevados totalizando R$ 635,33/t de acordo com levantamentos da Conab, denotando que os preços da Política de Garantia de Preços Mínimo (PGPM) estão significativamente defasados”.

Propostas de política agrícola

Vale lembrar que faz três meses que o secretário da Agricultura do Estado do Paraná, Norberto Ortigara, encaminhou, em 25/10/13, documento ao Ministério da Agricultura contendo as propostas paranaenses para o Trigo – Safra 2014 e cereais de inverno. Esse documento foi elaborado em parceria entre a FAEP, a OCEPAR e a SEAB.

Veja a íntegra das propostas clicando aqui.

O ofício da FAEP foi encaminhado aos ministros da Casa Civil, Agricultura, Fazenda, Desenvolvimento Agrário, Planejamento, Indústria e Relações Exteriores. O documento também foi encaminhado para o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura (SPA/MAPA), Neri Geller, ao secretario executivo (SE/MAPA), Gerardo Fontelles; secretário de Política Agrícola do Ministério de Desenvolvimento Agrário (SPA/MDA), Valter Bianchini; Presidente da Conab, Rubens Rodrigues dos Santos; Diretor de Política Agrícola e Informações (DIPAI/Conab), João Marcelo Intini; e ao diretor do Departamento de Assuntos Comerciais da Secretaria de Relações Internacionais do Ministério da Agricultura (DAC/SRI/MAPA), Benedito Rosa do Espírito Santo.

Fonte: Sistema FAEP 23/01/2014

 

 

 

 

Título da Postagem: FAEP propõe reajuste de preço mínimo do trigo e fim de isenção na importação

imprensa@faep.com.br