Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 03/04/2013 - 12h00
Postado em Notícias

03/04/2013 12h00 - Postado em Notícias

Faep pede aumento do preço mínimo do café

Ofício encaminhado aos Ministérios da Agricultura, Desenvolvimento Agrário, Planejamento, Fazenda e Casa Civil

A FAEP solicitou ao governo federal, em oficio encaminhado aos Ministérios da Agricultura, Desenvolvimento Agrário, Planejamento, Fazenda e Casa Civil, que na próxima reunião do Conselho Monetário Nacional o governo eleve o preço mínimo do café arábica dos atuais R$ 261,69 para R$ 408,94 por saca de 60 kg para o Paraná.
O objetivo é apoiar a comercialização e minimizar os prejuízos dos cafeicultores.

O governo federal, através do Conselho Monetário Nacional (CMN), autorizou a reprogramação das operações de crédito rural para estocagem de café contratadas no período de 1º de janeiro de 2012 a 28 de março de 2013. "A medida é positiva, mas insuficiente para apoiar os cafeicultores. Nesse momento é fundamental o governo definir um novo preço mínimo de café, o qual não é alterado há três anos", afirma o presidente da Faep, Ágide Meneguette no documento.
 
No Paraná, os atuais preços de mercado de R$ 270,00 a R$ 290,00 estão abaixo do custo de produção operacional de R$ 408,94 da saca de 60 kg, conforme levantamento do próprio governo federal, através da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).
 
Vale lembrar que a cafeicultura paranaense, composta em sua maioria por pequenas propriedades, passa por um crescente desequilíbrio há mais de 10 anos. Além disso, o Paraná possui o maior piso salarial estadual do Brasil, que deverá ser reajustado em torno de 12% em maio de 2013, após ter acumulado 110% de aumento entre 2005 e 2012 frente a uma inflação do INPC de apenas 50% no período.
 

imprensa@faep.com.br