Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 24/01/2017 - 14h33
Postado em Cafeicultura, Destaques

24/01/2017 14h33 - Postado em Cafeicultura, Destaques

Liberação da importação de café pode prejudicar produtor, segundo FAEP

Redução da Tarifa Externa Comum (TEC) pode derrubar preço pago aos produtores, entre outros fatores

Com interesse de apoiar a cafeicultura nacional, primeiro lugar nas exportações e na produção mundial, a Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) se manifesta contrária às propostas de liberação das importações que vem sendo discutidas.

Para a entidade paranaense, é necessário considerar os riscos fitossanitários e o impacto no preço recebido pelo produtor, no momento em que a colheita do café robusta se aproxima. Em experiências anteriores, a redução da Tarifa Externa Comum (TEC) em período próximo a colheita se revelou prejudicial, como em 2013 com a cultura de trigo, que acabou reduzindo o preço pago aos produtores.

As vendas dos estoques públicos já foram autorizadas, e contam com leilão de venda programado para 26 de janeiro. Assim, a FAEP solicita que sejam verificadas outras medidas de apoio à indústria até março, como o suporte em linhas de crédito. Porém, de forma alguma, a medida de apoio pode prejudicar o setor produtivo, que ao longo do tempo tem feito investimentos em produtividade e qualidade, mesmo com muitos desafios, como a elevação do custo de produção.

O quadro atual de oferta e demanda que motiva a elevação dos preços, pela menor oferta do café robusta, revela a necessidade de planejamento de estoques e de políticas públicas de apoio à cultura, suavizando as variações nos preços nesses momentos de desequilíbrios.

Título da Postagem: Liberação da importação de café pode prejudicar produtor, segundo FAEP

imprensa@faep.com.br