Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 13/06/2012 - 12h00
Postado em Notícias

13/06/2012 12h00 - Postado em Notícias

Exportação de granéis pelos portos paranaenses cresce 17%

Os portos de Paranaguá e Antonina movimentaram 17 milhões de toneladas de mercadorias entre os meses de janeiro a maio deste ano. Deste total, cerca de sete milhões de toneladas correspondem aos granéis sólidos movimentados pelo corredor de exportação de Paranaguá que apresentaram alta de 17% em relação à movimentação registrada no mesmo período do […]

Os portos de Paranaguá e Antonina movimentaram 17 milhões de toneladas de mercadorias entre os meses de janeiro a maio deste ano. Deste total, cerca de sete milhões de toneladas correspondem aos granéis sólidos movimentados pelo corredor de exportação de Paranaguá que apresentaram alta de 17% em relação à movimentação registrada no mesmo período do ano passado. Considerando a movimentação total, o crescimento foi de 7% em relação ao mesmo período de 2011.

Para o superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino, o aumento da movimentação foi puxada principalmente pela exportação de granéis. “A exportação de soja ainda continua sendo o principal destaque na movimentação e já vemos o início da movimentação da safra de milho, que deve ser bastante forte este ano”, avalia.

De janeiro até maio, foram exportados pelo Porto de Paranaguá mais de quatro milhões de toneladas de soja, um aumento de 38% em relação a 2011. Já o farelo apresentou alta de 9% nas exportações, fechando os cinco primeiros meses do ano com pouco mais de dois milhões de toneladas exportadas.

O escoamento da safra de milho também já teve início e até agora saíram por Paranaguá cerca de 740 mil toneladas do produto. Comparando com a movimentação realizada no mesmo período de 2011, houve aumento de 73%.

Considerando as cargas pela natureza dos produtos, os granéis líquidos foram os destaques destes cinco primeiros meses. Ao todo foram dois milhões de toneladas movimentadas, representando um aumento de 31% em relação a 2011. Já a carga geral registrou alta de 6% no período e os granéis sólidos, 4%.

A movimentação de contêineres fechou os cinco primeiros meses em alta, com a movimentação de 311 mil TEUs (Tweenty Equivalent Unit), uma alta de 13% em relação ao ano anterior.

Entre os produtos importados, o trigo apresentou alta de 78%, totalizando 131 mil toneladas. Já a movimentação de fertilizantes está menor em comparação ao ano passado. Foram pouco mais de três milhões de toneladas importadas, volume 18% inferior ao registrado em 2011.

imprensa@faep.com.br