Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 06/08/2012 - 12h00
Postado em Notícias

06/08/2012 12h00 - Postado em Notícias

Expogua começa num clima de otimismo pelo momento econômico do setor

Num clima de otimismo motivado pelo momento econômico do país e pelas perspectivas das safras 2013/2014 é que acontece a 37ª. Expogua (Exposição-Feira Agropecuária e Empresarial de Guarapuava), cuja solenidade de abertura aconteceu na noite sexta-feira (03), em Guarapuava. Cerca de 3,5 mil animais irão a leilão e a estimativa de comercialização da feira é […]

Num clima de otimismo motivado pelo momento econômico do país e pelas perspectivas das safras 2013/2014 é que acontece a 37ª. Expogua (Exposição-Feira Agropecuária e Empresarial de Guarapuava), cuja solenidade de abertura aconteceu na noite sexta-feira (03), em Guarapuava.

Cerca de 3,5 mil animais irão a leilão e a estimativa de comercialização da feira é de R$ 30 milhões.
"Está sendo a maior exposição-feira dos últimos anos", comemora o presidente da Sociedade Rural, Johan Zuber Junior. "A Expogua não se sustentaria sem não tivesse qualidade", afirmou o secretário estadual da Agricultura, Norberto Ortigara, que representou o governador Beto Richa no evento.

Para Zuber, a Expogua deste ano está sendo um divisor de águas e marca um novo ciclo do evento em Guarapuava. "No ano passado assumimos a Sociedade Rural já em cima desse evento, mas neste ano tivemos condições de torná-lo mais profissional, contratar melhores shows e nunca vendemos tantos ingressos antecipados como agora. Em números de ontem (quinta-feira) já foram vendidos mais de 20 mil", disse Zuber. O recorde de bilheteria, porém, promete ser o sertanejo Luan Santa. "Estamos até com receio porque estão vindo comitivas de outros municípios e o público será grande", observou. "Neste ano queremos atingir o máximo de público, lazer e negócios", afirmou.

Para o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Cezar Silvestri, a Expogua deste ano será um local de grandes negócios pelo nível que chegou, pela qualidade genética dos animais expostos e que estão indo a leilão. "Se ano passado a movimentação financeira foi de R$ 18 milhões, neste vamos torcer para que ultrapasse R$ 30 milhões, que haja grande aquisição de animais para melhorar ainda mais o padrão dos animais cujo plantel já é um dos melhores do Paraná", afirmou.

REDE SUL DE NOTÍCIAS – Guarapuava/PR

imprensa@faep.com.br