Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 11/07/2014 - 10h52
Postado em Avicultura, Faep, Infraestrutura

11/07/2014 10h52 - Postado em Avicultura, Faep, Infraestrutura

As explicações da Copel

Companhia detalhou as medidas no fornecimento de energia elétrica a produtores e FAEP busca solução conjunta entre a indústria integradora-produtores e fornecedores de geradores

aviarioOs constantes problemas no fornecimento de energia elétrica que atingem principalmente a avicultura de seis regiões produtoras do Paraná, foram relatados e encaminhados, em ofício, pelo presidente da FAEP, Ágide Meneguette, ao presidente da Copel, Lindolfo Zimmer, no último dia 30 de abril. No documento, Ágide elencou os principais problemas e as dificuldades dos avicultores paranaenses com o fornecimento de energia elétrica nos últimos anos. No último dia 16 de junho, o superintendente de Engenharia de Operação e Manutenção da Distribuição da Copel, Péricles José Neri, encaminhou um ofício-resposta e manteve reunião com a assessoria da presidência da FAEP, detalhando as medidas que a companhia vem tomando em relação ao atendimento a produtores rurais. Durante o encontro na sede da FAEP, os técnicos da empresa elétrica argumentaram que embora existam medidas para evitar os transtornos no abastecimento de energia das propriedades, há fatores imponderáveis. Neles estão eventos climáticos – fortes ventanias, tempestades, acidentes em postes e torres, entre outras.

O aconselhável seria os produtores dotarem suas propriedades com geradores para suprir as interrupções do fornecimento de energia. A FAEP, em conjunto com a Comissão de Avicultura, deverá atuar no sentido de se encontrar um entendimento conjunto do produtor-indústria/integradora-produtores de geradores para uma solução equilibrada na cadeia de produção de frangos. Essa medida poderia também se estender à pecuária de leite e à suinocultura, também dependentes de energia em maior ou menor escala.

Leia a matéria completa no Boletim Informativo da FAEP CLICANDO AQUI

Título da Postagem: As explicações da Copel

imprensa@faep.com.br