Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 09/11/2012 - 12h00
Postado em Notícias

09/11/2012 12h00 - Postado em Notícias

Experiência pedagógica de Serranópolis do Iguaçu é a vencedora

"Sol + verão + proteção = trabalho escolar em ação" foi escolhido o melhor trabalho da categoria no concurso deste ano Ao ouvir seu nome, a professora Sandra Lúcia Foletto Kalschne, da Escola Municipal Serranópolis do Iguaçu, não conteve a emoção, e as lágrimas foram inevitáveis. Num instante, dezenas de alunos e colegas a rodeavam, […]

"Sol + verão + proteção = trabalho escolar em ação" foi escolhido o melhor trabalho da categoria no concurso deste ano Ao ouvir seu nome, a professora Sandra Lúcia Foletto Kalschne, da Escola Municipal Serranópolis do Iguaçu, não conteve a emoção, e as lágrimas foram inevitáveis. Num instante, dezenas de alunos e colegas a rodeavam, e a euforia representava a coroação de um trabalho de meses, que exigiu esforço e dedicação.
O primeiro lugar garantiu à educadora um veículo zero-quilômetro e o título de melhor experiência pedagógica entre as 20 escolas públicas do Paraná classificadas à final. "Valeu muito a pena participar desse programa, que é muito bem organizado. O prêmio é o reconhecimento do nosso trabalho, que não se conclui. Agora tenho o caminho para outros poderem dar resultados à comunidade", declarou.
Sandra desenvolveu com os estudantes de primeira série o projeto "Sol + verão + proteção = trabalho escolar em ação", com a proposta de ressaltar os cuidados com a pele e a importância do uso de protetor solar.
A iniciativa teve a parceria de secretarias municipais e da sociedade, por meio da qual foram ministradas palestras sobre as doenças mais comuns causadas pela exposição em demasia ao sol. As ações também compreenderam a realização de trabalhos escolares e de caminhadas e blitze de conscientização pela cidade.
Uma empresa privada reconheceu o valor do projeto e patrocinou a confecção de bonés apropriados para trabalhadores que no dia a dia estão sob o efeito dos raios solares. O objeto foi desenvolvido ainda em substituição a um modelo caseiro feito pela mãe de um aluno, a partir da coleta de jeans usados, outra atividade do trabalho escolar.
Além da professora Sandra, outras três de escolas públicas (segunda, terceira e quarta colocadas) foram premiadas com carros novos. São elas: Janete Cristina Ziomek, de Quitandinha; Rosemeri Neves de Souza, de Campo Mourão; e Greci Keli Nogueira, de Agudos do Sul.
Rede particular
O Programa Agrinho 2012 também presenteou com um automóvel zero-quilômetro a professora Sharlene Davantel Valarini, da Escola Girassol, de Engenheiro Beltrão, vencedora entre as instituições particulares. Ela elaborou o projeto "O Paraná contado em versos", com o objetivo de resgatar a poesia paranaense, divulgar os principais autores do estado, privilegiar as poesias que falam do Paraná, e trabalhar a história, hino, símbolos e características desta unidade da Federação.
As atividades envolveram pesquisas sobre o estado e os seus poetas, a mobilização de alunos, reintrodução do hino estadual na escola, oficinas de redação e apresentação de poemas, gravação das poesias produzidas e sua divulgação em outras instituições de ensino.
"Trabalho com o Agrinho desde 2008 e já fui premiada, mas nunca com o carro. A sensação é ótima, e ter o nosso trabalho reconhecido é melhor ainda", comemorou.

imprensa@faep.com.br