Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 20/08/2013 - 12h00
Postado em Notícias

20/08/2013 12h00 - Postado em Notícias

Estados do Sul vão compartilhar estruturas de barreiras sanitárias nas divisas

Os órgãos de vigilância sanitária animal e vegetal dos estados que integram o Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul) vão compartilhar a estrutura física das barreiras nas divisas para operações de emergência e promoção de ações conjuntas. A solenidade de assinatura do protocolo aconteceu segunda-feira (19) na sede da Fiesc (Federação das Indústrias do […]

Os órgãos de vigilância sanitária animal e vegetal dos estados que integram o Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul) vão compartilhar a estrutura física das barreiras nas divisas para operações de emergência e promoção de ações conjuntas. A solenidade de assinatura do protocolo aconteceu segunda-feira (19) na sede da Fiesc (Federação das Indústrias do Estado) com a presença do governador Raimundo Colombo, presidente do Codesul, do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e os vice-governadores do Paraná, Flávio José Arns, e do Mato Grosso do Sul, Simone Tebet.

A proposta foi apresentada pelo secretário de Estado da Agricultura e da Pesca, João Rodrigues, que ressaltou o fato de Santa Catarina ser o único estado livre de febre aftosa sem vacinação do país. O presidente da Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina), Enori Barbieri, salientou que a parceria também permitirá que uma equipe de um estado possa entrar até 12 quilômetros no estado vizinho para trabalhos de vigilância sanitária animal e vegetal. ?Será criada uma área comum para trabalhos mais urgentes?, explica. Hoje, apenas Santa Catarina conta com mais de 60 barreiras sanitárias em operação.

O sistema de defesa sanitária animal e vegetal constitui-se num trabalho estratégico e sistemático de monitoramento, vigilância, inspeção e fiscalização da produção e do comércio de animais, plantas, partes de vegetais ou produtos de origem animal e vegetal que possam colocar em risco o patrimônio agrícola do estado.

Agrolink

imprensa@faep.com.br