Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 30/03/2016 - 15h03
Postado em Destaques, Suinocultura

30/03/2016 15h03 - Postado em Destaques, Suinocultura

Entidades da região Sul se reúnem na FAEP para elaborar planilha de custos de produção na suinocultura

O objetivo é unificar a metodologia dos custos de produção no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul através de uma planilha desenvolvida pelo consultor da FAEP Ademir Francisco Girotto, em parceria com a Embrapa Suínos e Aves

Na manhã desta quarta-feira, dia 30 de março, representantes de entidades e federações da região Sul participaram de uma reunião na sede do Sistema FAEP/SENAR-PR, em Curitiba, para elaborar uma planilha unificada de custos de produção na suinocultura entre Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

O objetivo é unificar a metodologia dos custos de produção nos três Estados através de uma planilha desenvolvida pelo consultor da FAEP Ademir Francisco Girotto, em parceria com a Embrapa Suínos e Aves. “Com essa ferramenta, o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul terão a mesma base para calcular os custos de produção”, explica Girotto.

Durante o encontro, o presidente da Associação Paranaense de Suinocultores do Paraná (APS), Jacir Dariva, observou que os três Estados produtores possuem características em comum no que se refere ao sistema de produção, como os preços de insumos, a mão de obra, a manutenção da atividade, entre outras. “Essa unificação de dados é muito importante e vai beneficiar os suinocultores da região Sul. A metodologia será a mesma nos três Estados e vai auxiliar o produtor quando se trata da gestão da atividade. Ele só vai ter lucro se souber o quanto está gastando”, observou Jacir.

Há 10 anos a FAEP vem trabalhando sistematicamente no levantamento de custos de produção nas regiões Oeste, Sudeste e Campos Gerais (Toledo, Pato Branco e Castro). O estudo é realizado duas vezes por ano e tem como base dados técnicos de produção levantados durante painéis com produtores, representantes da agroindústria e fornecedores de insumos. Segundo Girotto, o levantamento também é baseado em diversos sistemas produtivos: Unidade Produtora de Leitão (UPL), Unidade Produtora de Desmamados (UPD), Unidade Produtora de Terminados (UPT) e Ciclo Completo (CC). “Esse levantamento realizado no Paraná é detalhado e apresenta o maior número de dados de custos de produção. É o mais completo do país”, avaliou Dariva.

A médica-veterinária Ariana Weiss Sera, do Departamento Técnico Econômico (DTE) da FAEP, destacou: “A unificação dos dados entre os três Estados vai fortalecer a atividade, melhorar a relação entre produtores integrados e a indústria. Com a união das entidades e federações, vamos conseguir ampliar o trabalho em defesa do produtor”.

 

A unificação

Com a finalidade de unificar a metodologia de levantamento de custos de produção da suinocultura, representantes das entidades e federações se reuniram pela primeira vez em janeiro deste ano. Esse foi o terceiro encontro de lideranças para tratar o assunto. O próximo passo, de acordo com o consultor da FAEP, é trabalhar nas fórmulas de cálculo de cada item da produção, assim como testar a planilha durantes as reuniões nos Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, promovidas pelas associações.

Na próxima etapa, os resultados do uso dessa planilha serão apresentados e discutidos em reuniões com a agroindústria.

*Participaram da reunião: o presidente da Comissão Técnica de Suinocultura da FAEP, Reny Gerardi de Lima, representantes da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Embrapa, e da APS.

Título da Postagem: Entidades da região Sul se reúnem na FAEP para elaborar planilha de custos de produção na suinocultura

imprensa@faep.com.br