Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 29/04/2015 - 10h50
Postado em Sem categoria

29/04/2015 10h50 - Postado em Sem categoria

Dificuldade de acesso impede produtores de preencher CAR

Os produtores rurais revelam estar enfrentando dificuldades para acessar o site oficial do sistema, bem como impossibilidade de fazer operações como o download de mapas, o envio do cadastro consolidado e o recebimento do recibo que comprova a regularização

A menos de dez dias do fim do prazo oficial para registro dos imóveis rurais, a polêmica em torno do Cadastro Ambiental Rural (CAR) ganha novo episódio. Os produtores rurais revelam estar enfrentando dificuldades para acessar o site oficial do sistema (www.car.gov.br), bem como impossibilidade de fazer operações como o download de mapas, o envio do cadastro consolidado e o recebimento do recibo que comprova a regularização.

A Federação da Agricultura do Paraná (Faep) informa que desde a última sexta-feira (24) recebeu mais de 100 ligações e emails de produtores relatando o problema. A entidade indica que mesmo durante a madrugada há problemas de acesso. O fato motivou o envio de um ofício ao ministério do Meio Ambiente solicitando providências quanto a questão.

O Agronegócio Gazeta do Povo também tentou acessar a página diversas vezes e constatou que há grande instabilidade. Em alguns momentos é possível visualizar todos os conteúdos, mas em outros o carregamento ocorre parcialmente. (Confira abaixo as fotos de alguns dos erros existentes)

A inserção dos dados do CAR pode ser feita sem conexão com a Internet (offline), mas mesmo assim ainda há necessidade de acesso à rede. “Embora o preenchimento possa ser feito offline, é preciso estar conectado para fazer o download do programa e dos mapas. O envio e o recebimento do recibo de cadastramento também são feitos online”, argumenta a especialista na área ambiental do Departamento Técnico da Faep, Carla Beck. “Mesmo se o usuário tiver todo o conhecimento técnico para preencher o CAR ele vai enfrentar dificuldades”, complementa.

Órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente e responsável pela gestão do CAR, o Serviço Florestal Brasileiro confirma que há dificuldade no acesso, e argumenta que isso se deve a alta demanda dos usuários. A entidade indica que a área técnica está tentando contornar o problema, e por enquanto a recomendação é fazer o cadastro fora dos horários de pico. Os períodos mais recomendados são entre o meio-dia e as 14 horas ou após as 18 horas.

Prorrogação

As entidades do agronegócio aproveitam a última semana antes do fim do prazo para pressionar o governo federal pela prorrogação do prazo. De acordo com o diretor executivo da Sociedade Rural Brasileira (SRB), Gustavo Junqueira, o setor esperava uma adesão maior. Porém, diante do quadro adverso, a ampliação do prazo é fundamental.

“Nós estamos pleiteando a prorrogação por mais um ano. Do contrário, nos preocupa a restrição de crédito para quem não fizer”, disse Junqueira.

Durante a abertura da Agrishow, nesta segunda-feira (27), em Ribeirão Preto (SP), a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, se esquivou do assunto. Questionada, ela disse que o assunto está nas mãos da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

Na semana passada, durante a ExpoLondrina, no Paraná, Izabella Teixeira afirmou que o prazo para que os produtores rurais preencham o Cadastro Ambiental Rural (CAR) não será prorrogado. Segundo ela, os estados receberam R$ 400 milhões e foram treinadas mais de 40 mil pessoas para o cadastramento. O argumento é rebatido pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), que argumenta não ter recebido nenhum repasse de Brasília, e que o treinamento federal se restringiu a 30 técnicos no Paraná.

Você também está com dificuldades para preencher o CAR? Envie seu relato para expedicaosafra@gmail.com

Fonte: Gazeta do Povo – 29/04/2015

Título da Postagem: Dificuldade de acesso impede produtores de preencher CAR

imprensa@faep.com.br