Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 28/11/2014 - 10h04
Postado em Grãos, Soja

28/11/2014 10h04 - Postado em Grãos, Soja

Deral reduz projeção das safras de soja, milho e trigo

Qualidade da colheita gaúcha será determinante para o Brasil

O clima adverso dos últimos meses, que dificultou o plantio de algumas variedades agrícolas, forçou a revisão dos números da safra de verão no Paraná. De acordo com relatório do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria Estadual de Agricultura (Seab), divulgado ontem, as novas projeções para a soja, milho e trigo foram reduzidas levemente.

A safra de oleaginosa 2014/15, ainda em processo de plantio (90% da área já foram semeadas), foi estimada em 17,11 milhões de toneladas, cerca de 100 mil toneladas abaixo da projeção passada. Mesmo assim, o número é 17% maior em comparação com a temporada passada.

A primeira safra de milho, praticamente toda semeada, também foi afetada pela falta de chuvas. A projeção de colheita reduziu em 90 mil toneladas, para 4,55 milhões de toneladas, queda de 16% em relação a safra 2013/14. Além do clima, outro motivo é a redução de área destinada ao cereal por conta dos baixos preços.

Já a safra 2014 de trigo, 99% colhida, foi prejudicada por chuvas excessivas, no fim de setembro, antes do período de seca. A estimativa de colheita está em 3,78 milhões de toneladas, ante 3,87 milhões do último relatório. Mesmo assim, a quantidade é o dobro da safra passada, afetada por geadas. De uma forma geral, as lavouras colhidas no Sul do estado são as mais prejudicadas pela umidade. Muitas áreas sofreram com ataques de doenças fúngicas, germinação de espigas e acamamentos.

 
Fonte: Gazeta do Povo – 28/11/2014

Título da Postagem: Deral reduz projeção das safras de soja, milho e trigo

imprensa@faep.com.br