Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 06/03/2013 - 12h00
Postado em Notícias

06/03/2013 12h00 - Postado em Notícias

Cotriguaçu inaugura em Cascavel primeira etapa do terminal ferroviário

A Cotriguaçu, central de cooperativas, inaugura em Cascavel (PR), Oeste do Paraná, no terminal da Ferroeste, no próximo dia 14 de março, às 10h30, a primeira etapa de um dos maiores projetos logísticos de armazenamento e transporte de cargas frigorificadas e contêineres do país. O Terminal Ferroviário da Cotriguaçu tem o suporte da Coopavel, C. […]

A Cotriguaçu, central de cooperativas, inaugura em Cascavel (PR), Oeste do Paraná, no terminal da Ferroeste, no próximo dia 14 de março, às 10h30, a primeira etapa de um dos maiores projetos logísticos de armazenamento e transporte de cargas frigorificadas e contêineres do país.

O Terminal Ferroviário da Cotriguaçu tem o suporte da Coopavel, C. Vale, Copacol e Lar. O empreendimento abrange 45 mil m² e a área construída da estrutura que será entregue no dia 14 tem 15,8 mil m², sendo 21,8 mil m² de pavimentação. Ela é formada por uma câmara frigorífica automatizada com capacidade para a armazenagem de dez mil toneladas de congelados. Até agora, a Cotriguaçu investiu R$ 40 milhões no projeto. Ao final serão aproximadamente R$ 200 milhões.

A primeira etapa do terminal vai gerar 90 empregos diretos e 280 indiretos. Depois será feita a sede administrativa e três armazéns graneleiros com capacidade para 360 mil toneladas (soja, milho e farelo de soja). De acordo com o diretor-presidente da Cotriguaçu, Irineo da Costa Rodrigues, com o complexo, a competitividade dos produtores no mercado mundial de commodities vai melhorar.

Rodrigues, que também é presidente da Lar, de Medianeira, ressalta que a decisão é uma aposta do setor cooperativista no futuro da Ferroeste, que está nos planos de expansão ferroviária do Governo Federal. Segundo o dirigente, com a concretização da nova linha ferroviária Guarapuava-Paranaguá e com a Ferrovia Norte Sul, que vai interligar a Ferroeste com Paranaguá e os demais estados da federação, o terminal contribuirá para um enorme avanço socioeconômico na região.

A câmara frigorificada movimentará o equivalente a 22 mil toneladas de congelados por mês.O Terminal da Cotriguaçu contará com um desvio ferroviário de 540 metros para o embarque de contêineres em plataformas e balança ferroviária.

Jornale – Agronegócio

imprensa@faep.com.br