Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 30/06/2015 - 10h39
Postado em Grãos, Milho

30/06/2015 10h39 - Postado em Grãos, Milho

Condição das lavouras de milho piora nos EUA

Pela terceira semana consecutiva, houve uma piora na qualidade dos campos de soja e milho do país

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (Usda) divulgou no final da tarde de segunda-feira (29) um novo boletim sobre o andamento do plantio e a condição das lavouras do país para a safra 2015/16. Pela terceira semana consecutiva, houve uma piora na qualidade dos campos de soja e milho do país – reflexo do excesso de chuvas que atinge a região Meio-Oeste, que concentra boa parte da produção.

No caso do milho, o índice campos considerados bons ou muito bons despencou três pontos porcentuais, para 54% do total. No contraponto, o porcentual de lavouras ruins e muito ruins subiu dois pontos porcentuais, para 8%. No início de junho o Usda apontava que 62% das plantações do cereal estavam em boas condições, enquanto o índice de “muito ruim” era nulo.

Na soja, o porcentual de lavouras com condições boas ou excelentes, que começou a temporada em 69%, caiu mais dois pontos na última semana e agora está em 63%. O índice de plantações ruins ou muito ruins subiu de 5% para 9% nas últimas semanas.

O boletim também apontou avanço nos trabalhos de plantio da soja, que entraram na reta final. O total plantado chegou a 94%, avanço de quatro pontos porcentuais ante o registro anterior. O índice reduz o atraso ante a temporada anterior, quando 95% dos campos estavam plantados no mesmo período. Os estados de Michigan, Dakota do Norte, Dakota do Sul e Wisconsin já encerraram a semeadura da oleaginosa.

4% das lavouras de milho estão na fase de espigamento, índice igual ao de 2014 e inferior aos 8% de média dos últimos cinco anos, aponta o Usda. No caso da soja 89% das lavouras já emergiram, contra 94% da média histórica.

Fonte: Gazeta do Povo

 

Título da Postagem: Condição das lavouras de milho piora nos EUA

imprensa@faep.com.br