Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 05/07/2012 - 12h00
Postado em Notícias

05/07/2012 12h00 - Postado em Notícias

CONAB divulga 10º Levantamento de Safras 2011/2012

A produção brasileira de grãos  na safra 2011/12 está estimada em 162,6 milhões de toneladas, um pouco abaixo da obtida na safra 2010/11 (162,8 milhões de toneladas).  A redução mais significativa ocorreu na cultura da soja em 8,95 milhões de toneladas e no arroz 2,05 milhões de toneladas, em função das condições climáticas adversas.  A […]

A produção brasileira de grãos  na safra 2011/12 está estimada em 162,6 milhões de toneladas, um pouco abaixo da obtida na safra 2010/11 (162,8 milhões de toneladas).  A redução mais significativa ocorreu na cultura da soja em 8,95 milhões de toneladas e no arroz 2,05 milhões de toneladas, em função das condições climáticas adversas. 

A área plantada é de 50,83 milhões de hectares contra 49,87 milhões de hectares cultivados em 2010/11. É o que apontam os dados do décimo levantamento de safras divulgado hoje pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Na cultura da soja, a colheita foi encerrada e aponta uma redução de 8,95 milhões de toneladas, passando de 75,32 milhões de toneladas na safra 2020/11 para os atuais 66,37 milhões de toneladas, como resultado da seca que ocorreu nos estados da região  Sul e  do Centro-Oeste.

A produção paranaense na safra 2011/2012 ficou em 10,9 milhões de toneladas e uma produtividade de apenas 2.455 quilos por hectare contra 3.360 quilos por hectare obtidos na safra 2010/11.

A produção brasileira de milho (verão + safrinha) está prevista em 69,48 milhões de toneladas, com um aumento de 21% em relação à safra 2010/2011 (57,40 milhões de toneladas).  A produção milho 1ª safra ou verão deve alcançar 34,91 milhões de toneladas e produtividade média de 4.430 quilos por hectare. 

O milho 2ª safra ou safrinha, tem estimativa de 34,56 milhões de toneladas e uma produtividade média de 4.781 quilos por hectare, um aumento de 31%% sobe a produtividade da safra anterior (3.647 quilos por hectare).

O Paraná deverá produzir a maior safrinha de milho desde a década de 70.

O Paraná, principal produtor de milho tem produção estimada em 16,89 milhões de toneladas e produtividade acima da média nacional, prevista em 5.639 quilos por hectare.  Para o milho 1ª safra, a produção prevista é de 6,57 milhões de hectares e produtividade média de 6.788 quilos por hectare. Já o milho 2ª safra tem previsão de 10,32 milhões de toneladas e produtividade média de 4.886 quilos por hectare.

A Conab trabalha com uma produção para o feijão de 2,93 milhões de toneladas (as três safras), inferior à produção passada, que foi de 3,73 milhões de toneladas.  O Paraná, principal produtor, deverá produzir 704,2 mil toneladas, com produtividade média de 1.574 quilos por hectare.

Quanto ao trigo, a produção brasileira está prevista em 5,03 milhões de toneladas e uma produtividade média 2.658 quilos por hectare.  A produção brasileira deverá cair 13,1% em relação a safra anterior (5,78 milhões de toneladas). O Paraná, hoje segundo produtor nacional, atrás do Rio Grande do Sul,  tem previsão de produzir 2,22 milhões de toneladas e uma área plantada de apenas 768,3 mil hectares, a menor área dos últimos 37 anos. O plantio está em fase conclusiva no Estado. A redução de área no Paraná foi de 26% sobre a área plantada na safra anterior (1,04 milhão de hectares).

Por: Gilda M. Bozza – Economista – DTE/FAEP

imprensa@faep.com.br