Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 11/08/2020 - 11h52
Postado em Destaques, Feijão, Grãos, Milho, Soja, Trigo

11/08/2020 11h52 - Postado em Destaques, Feijão, Grãos, Milho, Soja, Trigo

Conab aponta recorde de 253,7 milhões de toneladas de grãos na safra 2019/20

Soja e milho são responsáveis pela produção de 120,9 e 102,1 milhões de toneladas, respectivamente

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou, nesta terça-feira (11), o 11º Levantamento de Grãos, que indica os números de produção das culturas plantadas na safra 2019/20 no Brasil. Segundo o balanço, a estimativa é de mais um recorde na produção, atingindo a marca de 253,7 milhões de toneladas. Isto representa um aumento de 4,8%, o equivalente a 11,6 milhões de toneladas sobre a produção da safra 2018/19.

A soja e o milho representam quase 90% da produção nacional. Com a colheita finalizada da oleaginosa, a produção aponta recorde estimado em 120,9 milhões de toneladas, 5,1% a mais em comparação à safra anterior. A produção de milho, considerando as três safras, também sinaliza recorde de 102,1 milhões de toneladas, alta de 2,1% em relação à safra 2018/19.

O estudo também traz análises sobre as culturas de inverno (aveia, canola, centeio, cevada, trigo e triticale), cujo plantio está para ser finalizado neste mês. A estimativa é de crescimento de 12,1% na área plantada, com destaque para o trigo, que sinaliza um crescimento de 14,1% e alcance de 2,33 milhões de hectares. Segundo a Conab, ainda existe expectativas em relação ao comportamento climático, mas, a produção deve chegar a um recorde de 6,8 milhões de toneladas.

De acordo com o levantamento, as estimativas de aumento de área das principais culturas, o bom rendimento das lavouras de soja, algodão e arroz junto à expectativa de uma boa safra para as culturas de inverno contribuíram significativamente para a produção recorde total da atual temporada.

Demais produtos

Outros integrantes da cadeia de grãos, como algodão, arroz e feijão, também caminham para a finalização da colheita e com um desempenho acima da safra passada. O arroz deve atingir a marca de 11,2 milhões de toneladas, com crescimento de 6,6%. Dessas, 10,3 milhões são em áreas de cultivo irrigado.

Já para o algodão, a previsão é de aumento de 5,4%, fechando uma produção de 2,93 milhões de toneladas. O feijão total também cresceu na faixa dos 5,4%, com estimativa de alcançar os 3,18 milhões de toneladas. Este valor vai depender da terceira safra que está em fase de colheita.

Exportações

Em complemento, o material divulgado pela Conab traz informações sobre os mercados interno e externo dos grãos. A estimativa de exportações da soja continua aquecida, devido ao câmbio elevado e às negociações antecipadas para comercialização de altos volumes do grão. No momento, a previsão é de aproximadamente 82 milhões de toneladas de soja em grãos exportadas pelo Brasil em 2020.

No caso do milho, as estimativas de consumo, estoque inicial, exportação e importação foram mantidas inalteradas em comparação ao quadro de oferta e demanda anterior. Segundo o estudo, para se atingir a estimativa de 34,5 milhões de toneladas para este ano-safra, o Brasil deve exportar uma média mensal de 4,8 milhões de toneladas de milho até janeiro de 2021.

O 11º Levantamento – Safra 2019/20 completo pode ser acessado neste link.

Título da Postagem: Conab aponta recorde de 253,7 milhões de toneladas de grãos na safra 2019/20

imprensa@faep.com.br