Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 05/03/2015 - 17h20
Postado em Meio Ambiente

05/03/2015 17h20 - Postado em Meio Ambiente

CAR: O prazo é curto

FAEP apresenta os problemas e soluções do cadastramento

O prazo de entrega do Cadastro Ambiental Rural (CAR), obrigatório para todas as propriedades rurais no país, termina dia 06 de maio. Os proprietários rurais que não realizarem esse Cadastro estarão impedidos de obter linhas de crédito e financiamentos a partir de 2017.
Até o dia 28 de fevereiro, apenas 6,20% (33.078) das mais de 532 mil propriedades rurais paranaenses estavam cadastradas no sistema, segundo o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), órgão habilitado pelo governo federal para homologar o CAR. Apesar do baixo número, o Paraná ainda está entre os cinco Estados da Federação que mais têm propriedades cadastradas.

Como o tempo ruge, a FAEP participou no último dia 04 de uma reunião com as secretarias de Meio Ambiente, Agricultura e outras entidades (*), para discutir uma estratégia emergencial para auxiliar os agricultores a se adequarem à essa legislação ambiental. Nela, o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette, apresentou duas razões para o baixo número de inscrições no CAR: O desinteresse dos produtores rurais e a falta de profissionais capacitados.“Não adianta incentivar com ênfase o preenchimento do CAR agora, porque não existem técnicos suficientes para esse trabalho”, disse Ágide na reunião. Além disso, lembrou que a falta de um decreto de regularização da lei estadual relativa ao CAR também tem gerado dúvidas.

Ele também apresentou as dificuldade no preenchimento do CAR:

– O CAR envolve conhecimento no Código Florestal;
– A leitura e interpretação de documentos de cartório;
– Conhecimento de pontos georreferenciados;
– Conhecimento da leitura de fotos de satélites;
– Conhecimento de informática;
– Disponibilidade de computador;
– Acesso a internet.

O Sistema FAEP/SENAR-PR, desde o início da formulação do CAR, desenvolve ações específicas:

• Já identificou falhas no sistema e informou ao Ministério do Meio Ambiente (MMA) que as corrigiu;
• Treinou 1,2 mil facilitadores (sindicatos, técnicos, bancários, cartorários, polícia ambiental e demais da área), o que exige no mínimo 24 horas de treinamento teórico e prático;
• O SENAR-PR já tem disponibilizado dois instrutores e vai capacitar instrutores, para multiplicar as informações sobre o cadastramento.
O presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR reforçou a necessidade de parcerias para a capacitação em todo o Estado e solicitou que o governador do Paraná que leve ao MMA a necessidade do prazo por mais um ano.

Participaram da reunião representantes das Secretarias de Estado de Meio Ambiente e Agricultura, Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Emater, Incra, Funai, Associação de Municípios do Paraná, Sistema FAEP/SENAR-PR, FETAEP, Sistema Ocepar, CREA, FETRAF-SUL, UNICAFES, INCRA e FUNAI.

A engenheira-agrônoma Carla Beck, do Departamento Técnico Econômico (DTE), comenta sobre o CAR

Título da Postagem: CAR: O prazo é curto

imprensa@faep.com.br