Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 30/04/2020 - 15h37
Postado em Destaques, Pecuária de Corte, Pecuária de Leite

30/04/2020 15h37 - Postado em Destaques, Pecuária de Corte, Pecuária de Leite

Campanha de atualização dos rebanhos tem início no PR

Criadores tem até 30 de novembro para cadastrar os animais. Processo pode ser feito pelo site da Adapar

Teve início no dia 1º de maio a Campanha de Atualização de Rebanhos, promovida pela Agência e Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). Os criadores têm até o dia 30 de novembro para atualizar o cadastro dos seus animais. Vale lembrar que o cadastro é obrigatório e tem como objetivo garantir a rastreabilidade e a sanidade do rebanho paranaense.

Normalmente a campanha é dividida em duas etapas, uma em maio e outra em novembro, porém, devido à pandemia do novo coronavírus a Adapar estabeleceu um único período (de 1º de maio a 30 de novembro) a fim de evitar aglomerações. A mudança foi estabelecida por meio da Portaria 78, de 27 de abril de 2020.

Segundo a documento também será disponibilizado “acesso para atualização cadastral da exploração pecuária via online, na página da Adapar (…) a ser utilizado de forma preferencial. A atualização cadastral presencial será permitida quando o atendimento ao público seguir as determinações das autoridades competentes quanto ao controle da Covid – 19”.

A portaria também estabelece que após 31 de outubro deste ano a emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA) será condicionada à comprovação de atualização do cadastro de todas as espécies animais existentes na exploração pecuária.

O acesso à campanha pode ser feito através de um banner existente no site da Adapar (http://www.adapar.pr.gov.br/) ou no endereço: http://www.produtor.adapar.pr.gov.br/comprovacaorebanho

Aftosa

A campanha de vacinação substitui a vacinação contra febre aftosa. Anteriormente o número do rebanho era comprovado por meio da aquisição das doses de vacina.  

Em 2019, após um longo trabalho que envolveu tanto a defesa agropecuária estadual quanto o setor pecuário, o Paraná foi autorizado pelo governo federal a suspender a vacinação contra a febre aftosa de bovinos e búfalos. A medida foi possível devido à boa qualidade do sistema de vigilância em saúde animal.

Título da Postagem: Campanha de atualização dos rebanhos tem início no PR

imprensa@faep.com.br