Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 14/07/2017 - 16h21
Postado em Destaques, Grãos, Milho

14/07/2017 16h21 - Postado em Destaques, Grãos, Milho

Análise: milho – uma visão macro do cenário de preços

Colheita farta e a demanda lenta, principalmente para a segunda safra, têm exercido forte pressão sobre os preços

Por Ana Paula Kowalski, Engenheira agrônoma do DTE/FAEP

A safra de grãos 2016/17 do Paraná será a maior da história com 42,85 milhões de toneladas – estimativa de junho de 2017 da Secretaria de Estadual da Agricultura e Abastecimento (Seab). O milho participará com 43,5% deste total, o equivalente a 18,63 milhões de toneladas.

A colheita farta e a demanda lenta, principalmente para a segunda safra, têm exercido forte pressão sobre os preços e isto não é exclusividade do Brasil. Os estoques norte-americanos, por exemplo, estão 11% maiores em relação ao ano passado e o relatório de estoques trimestrais trouxe uma estimativa acima do esperado, de 132,8 milhões de toneladas no dia 30 de junho.

As exportações brasileiras tiveram grande recuperação no mês de junho, mas o volume embarcado neste 1.° semestre (3,21 milhões de toneladas) ainda está muito aquém do verificado nos últimos anos. Sem conseguir escoar a produção para o mercado externo, as altas recentes na Bolsa de Valores de Chicago (CBot) demoram a chegar ao produtor brasileiro.

Leia a matéria completa.

Título da Postagem: Análise: milho – uma visão macro do cenário de preços

imprensa@faep.com.br