Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 05/04/2013 - 12h00
Postado em Notícias

05/04/2013 12h00 - Postado em Notícias

Agronegócio precisa integrar discurso e ação

Os gargalos logísticos que transformaram a safra recorde de grãos 2012/13 em problema são conhecidos pela iniciativa privada e pelo governo, mas não há articulação capaz de resolvê-los. A avaliação foi a tônica do Fórum Brasil Agro, debate realizado pelo Núcleo de Agronegócio da Gazeta do Povo com especialistas que reuniu 350 produtores e lideranças […]

Os gargalos logísticos que transformaram a safra recorde de grãos 2012/13 em problema são conhecidos pela iniciativa privada e pelo governo, mas não há articulação capaz de resolvê-los.

A avaliação foi a tônica do Fórum Brasil Agro, debate realizado pelo Núcleo de Agronegócio da Gazeta do Povo com especialistas que reuniu 350 produtores e lideranças ontem pela manhã, em Londrina.

A discussão abriu a agenda técnica da 53ª ExpoLondrina, que segue até dia 14. ?Alguém tem que bater na mesa e destravar os projetos, fazer acontecer. Não tem projeto? Alguém tem que fazer?, desatou o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, depois de duas horas e meia de discussões.

Gargalo

A produção de grãos está avançando 15 milhões de toneladas e deve resultar em 185 milhões de toneladas nesta temporada. Soja e milho somam 155 milhões de toneladas, volume apenas 4 milhões de toneladas menor que o previsto nos estudos estratégicos do governo para 2021/2022.

Uma série de reportagens da Gazeta do Povo vem mostrando as dificuldades logísticas enfrentadas para esse avanço. O crescimento fez o preço do frete até o Porto de Paranaguá passar de R$ 70 para R$ 85 por tonelada de grãos em Cascavel (Oeste do PR) e de R$ 170 para até R$ 320 em Sorriso (MT).

Gazeta do Povo Online

imprensa@faep.com.br