Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 11/12/2020 - 10h47
Postado em Destaques, Notícias

11/12/2020 10h47 - Postado em Destaques, Notícias

Ágide Meneguette: Conscientização em um ano diferente

Palavra do presidente: “com a participação de nossos parceiros, foi possível realizar duas importantes campanhas, de forma remota, através da internet, mobilizando os alunos das escolas especiais e do ensino básico das redes pública e privada”

Este foi um ano praticamente perdido para quase todos os setores em escala mundial, em razão da pandemia do coronavírus. Se atingiu praticamente todos os setores econômicos, confinou a sociedade em quarentena, prejudicou também as ações do SENAR-PR, que teve os cursos presenciais suspensos.

Por esta razão, as aulas e, consequentemente, as ações do Programa Agrinho foram suspensas nas escolas, praticamente todas elas fechadas pela pandemia.

Contudo, com a participação de nossos parceiros, foi possível realizar duas importantes campanhas, de forma remota, através da internet, mobilizando os alunos das escolas especiais e do ensino básico das redes pública e privada.

Estas campanhas, tiveram como temas a dengue e o uso da água.

Ao lado do Covid-19, a dengue é uma doença que vem matando centenas de pessoas. Trata-se de um vírus transmitido por um mosquito que, ao contrário do coronavírus, pode ser combatido diretamente pela sociedade, com cuidados para evitar a sua proliferação em águas paradas, em terrenos baldios, pneus, garrafas e latas deixados ao relento.

Usar as crianças para alertar os adultos dos perigos da proliferação do mosquito transmissor da dengue é uma forma não só de resolver o problema agora, mas de conscientizar os adultos do futuro.

A dengue mata e por isso precisa ser combatida através da conscientização e da ação da sociedade. Esta é a razão da inclusão do tema na campanha, uma vez que o Paraná é um dos Estados mais atingidos pela doença.

A outra campanha teve como foco o uso da água. Não apenas porque estamos passando por um período de seca e de racionamento. Não é uma questão de momento, mas também de conscientização para que a sociedade se esforce no sentido de adotar práticas que reduzam o consumo da água, ao mesmo tempo em que ajam no sentido de preservar as nossas fontes e evitar que elas sejam contaminadas. A água é um produto essencial à vida e o cuidado para sua preservação uma necessidade permanente.

Novamente, o Agrinho usa as crianças para sensibilizar os adultos e para que elas mesmas, no futuro, ajam com consciência.

As duas campanhas foram realizadas via internet por causa da pandemia. Professores souberam usar o tema junto a seus alunos e, mesmo com escolas fechadas, tiveram a paciência para mobilizá-los, o que me leva a reconhecer e agradecer pelo esforço tiveram.

Quero cumprimentar os alunos e os professores que participaram da campanha e especialmente os vencedores. Estendo meus cumprimentos aos país desses alunos.

Agradeço igualmente o empenho de nossos parceiros, secretários da Educação e Esporte, do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, da Agricultura e da Saúde, diretamente envolvidos; e aos nossos parceiros Rumo Logística, BRDE, Copel e Sanepar, que compreenderam e apoiaram a nossa iniciativa.

Título da Postagem: Ágide Meneguette: Conscientização em um ano diferente

imprensa@faep.com.br