Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 28/04/2018 - 18h37
Postado em Destaques, Notícias

28/04/2018 18h37 - Postado em Destaques, Notícias

Temer prorroga para 30 de maio prazo de adesão a programa de refinanciamento de dívidas previdenciárias rurais

Prazo acabaria na próxima segunda (30), mas presidente editou MP para prorrogar a data limite de adesão. Produtor terá de pagar 2,5% da dívida e dividir o restante em até 176 prestações.

O presidente Michel Temer editou nesta sexta-feira (27) uma medida provisória (MP) para prorrogar de 30 de abril para 30 de maio o prazo de adesão ao Programa de Regularização Tributária Rural.

O programa consiste em o produtor rural renegociar as dívidas com o Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural. A proposta abrange dívidas relativas à contribuição social dos trabalhadores rurais.

A contribuição incide sobre a receita bruta da comercialização da produção e é paga pelos empregadores para ajudar a custear a aposentadoria dos trabalhadores.

De acordo com a assessoria da Presidência, a MP será publicada no “Diário Oficial da União” na próxima segunda-feira. Por se tratar de medida provisória, terá de força de lei assim que for publicada.

Refis do Funrural

Conhecido como Refis do Funrural, o programa foi lançado no ano passado.

Em fevereiro, a Câmara e o Senado aprovaram uma medida provisória que já prorrogava de 28 de fevereiro para 30 de abril o prazo de adesão ao programa.

Pelo texto do programa:

  • Poderão ser quitados os débitos vencidos até 30 de agosto de 2017;
  • O produtor terá de pagar 2,5% da dívida consolidada em até duas parcelas iguais, mensais e sucessivas; o restante poderá ser parcelado em até 176 prestações, com desconto nos juros.
imprensa@faep.com.br