Logotipo Sistema FAEP

Data da Publicação: 28/11/2018 - 10h51
Postado em Agronegócios, Destaques, Notícias, Senar - PR, Soja

28/11/2018 10h51 - Postado em Agronegócios, Destaques, Notícias, Senar - PR, Soja

Sistema FAEP/SENAR-PR realiza análise inédita dos custos em propriedades que utilizam o MIP

Comparativo entre as áreas em que foi aplicado o MIP e outras onde o sistema de manejo não foi adotado irá permitir a tomada de decisão balizada

Um olho no campo, outro nas contas. A atenção do produtor rural ao seu negócio pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso da atividade. Conhecer a propriedade integralmente – seus pontos fortes e pontos frágeis – é fundamental para economizar e extrair o máximo de produtividade. Seja na lavoura ou na hora de colocar os números no papel (ou no computador), é preciso atenção e critério para que se possa tomar decisões de forma tranquila e balizada.

Pensando nisso, o Sistema FAEP/SENAR-PR decidiu promover uma análise inédita dos custos de produção em algumas propriedades do Estado que utilizam o Manejo Integrado de Pragas. No mês de setembro deste ano, técnicos do Departamento Técnico Econômico (Detec) do Sistema FAEP/SENAR-PR realizaram reuniões em oito municípios, em diferentes regiões do Paraná, para sensibilizar os produtores quanto a importância de conhecer bem os custos do seu negócio. Nesses encontros os produtores que demonstraram interesse foram convidados para participar de um projeto piloto, no qual a entidade irá conduzir o levantamento dos custos de produção.

Estas reuniões tiveram como público os participantes do curso Inspetor de Campo em MIP Soja, do SENAR-PR, que busca difundir e ensinar o Manejo Integrado de Pragas (MIP), sistema produtivo que permite utilizar os próprios organismos presentes na lavoura para combater as pragas (lagartas, percevejos, etc). Uma das consequências positivas desta técnica é a economia em aplicações desnecessárias de inseticida, além de proporcionar mais segurança para o produtor rural e maior cuidado com o meio ambiente.

 

 

De acordo com o economista do Detec Luiz Ferreira, que participou de alguns destes encontros, “o objetivo fundamental foi sensibilizar os produtores de grãos sobre a importância de fazer o levantamento de custos na propriedade”. Segundo ele, a ideia é fazer um comparativo entre as áreas em que foi aplicado o MIP e outras áreas onde este sistema de manejo não foi adotado. A escolha por este público se deve ao perfil daqueles que procuram o curso de MIP do SENAR-PR, em sua maioria produtores preocupados em otimizar a produção e reduzir custos. “Nós
notamos que são produtores que naturalmente já têm um olhar mais atento para as contas da propriedade. Então é um público bastante indicado para esta fase piloto da análise de custos”, observou Ferreira.

Leia mais sobre o trabalho inédito do Sistema FAEP/SENAR-PR aqui.

Título da Postagem: Sistema FAEP/SENAR-PR realiza análise inédita dos custos em propriedades que utilizam o MIP

imprensa@faep.com.br